Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
INL e startup suíça levam inovação a mais empresas
Embaixadora da Holanda conhece ecossistema económico e de inovação de Braga

INL e startup suíça levam inovação a mais empresas

Showcooking dá ‘dicas’ a doentes oncológicos

INL e startup suíça levam inovação a mais empresas

Economia

2019-08-07 às 08h07

Redacção Redacção

Primeiro protocolo entre o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia e startup suíça tem como objectivo explorar estruturas de negócio adequadas à tecnologia Iprova.

O INL - Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia e a Iprova SA, uma startup suíça focada na melhoria do processo de invenção humana através de Machine Learning (aprendizagem feita pelas próprias máquinas), acabam de assinar um memorando de entendimento para explorar as estruturas de negócio mais adequadas à tecnologia Iprova, nomeadamente no envolvimento do INL com o ecossistema empresarial da startupBraga.
O acordo foi fechado entre o vice-director executivo de Inovação do INL, Gary Heath, e o fundador e CEO da Iprova, Julian Nolan, em Lausanne, Suíça, a sede da Iprova SA.

Para Gary Heath, “este acordo representa a exploração de software de ponta em Inteligência Artificial e Machine Learning para o processo de inovação em novos campos e áreas geográficas e abre novas possibilidades para a entrega de projectos de forma mais rápida e com capacidade para aportar mais valor para os nossos parceiros, com uma forte componente de propriedade intelectual”.
Julian Nolan considera que “com o acordo com o Laboratório Internacional de Nanotecnologia podemos explorar uma expansão geográfica e tecnológica para além da presença que já temos em Londres, Cambridge, Califórnia e Tóquio, que têm sido o nosso campo de actuação”.

A Iprova tem trabalhado nos últimos oito anos nas melhores formas de integrar a aprendizagem de máquina no processo de invenção humana, com o objectivo de gerar invenções mais rápidas e valiosas do que acontece com os métodos convencionais, que dependem principalmente de uma combinação do factor acaso com investimentos significativos.
O portfólio de clientes da Iprova inclui empresas como a Panasonic ou a Philips ou ainda a Deutsche Telekom, prova suficiente de como a tecnologia desta empresa está a ajudar empresas de todas as dimensões a ultrapassar as fronteiras da inovação, e a encurtar a distância entre os laboratórios e o mercado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.