Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Guimarães na Assembleia Geral da UCCLA
Câmara de Monção entregou equipamento de protecção individual a bombeiros

Guimarães na Assembleia Geral da UCCLA

Liga Revelação (Sub-23) tem arranque marcado para o fim-de-semana

Nacional

2018-05-07 às 14h10

Redacção

Guimarães reforça cooperação com as cidades dos países lusófonos. A vice-presidente da Câmara Municipal destacou a história de Guimarães no espaço lusófono durante a Assembleia-Geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA).

A cooperação entre Guimarães e as cidades dos países lusófonos saiu reforçada no decorrer da Assembleia Geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), que decorreu esta sexta-feira, 4 de Maio, em Cascais.
 
Guimarães é membro efetivo e de pleno direito na principal rede de cidades Lusófonas, desde 1990, e nesta reunião a vice-presidente da autarquia vimaranense, Adelina Pinto, reafirmou a "importância de Guimarães como berço não só da nacionalidade portuguesa, mas também deste espaço Lusófono, com referência a Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, no qual a sua determinação e coragem fazem com que estejamos todos sentados à mesma mesa a falar português", salientou. 
 
A Lusofonia é representada por nove países, representados nos cinco Continentes. O Português é a quarta língua mais falada no Mundo e é a segunda língua mais falada no hemisfério sul, sendo que apenas quatro línguas dominam dois terços do planeta. O português é ainda a quinta língua com mais presença na internet e a segunda língua estrangeira mais usada no Twitter, em Nova Iorque.
 
Os países Lusófonos têm um PIB conjunto superior a 3 biliões de dólares, o sexto maior do mundo, representado por 250 milhões de pessoas e 22 milhões de km2. Este território Lusófono tem Portos em três Oceanos e é o segundo espaço do mundo com mais aeroportos.
 
O espaço Lusófono é também um espaço de afirmação onde grandes potências são referências mundiais, como São Paulo na América, sendo a cidade com maior PIB no hemisfério Sul, Luanda em África e Lisboa na Europa. 
 
Nota de destaque para a participação do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, nesta Assembleia Geral da UCLLA.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.