Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Ferreiros e Gondizalves na rota do Património Musical
Mateus Cepa é bicampeão nacional de Enduro 125cc

Ferreiros e Gondizalves na rota do Património Musical

Famalicão no radar da internacionalização

Braga

2018-04-14 às 23h30

Redacção

A Vereadora da Cultura, Lídia Dias, marcou presença na apresentação de mais esta etapa do inventário do património musical do concelho de Braga, que há dois anos, percorre as freguesias bracarenses. Também a União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves se fez representar pelo seu presidente, João Costa, juntamente com outros elementos do executivo.

A União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves é a nova etapa do projeto cultural Concelho de Braga e o seu Património Musical, promovido pelo Município de Braga em parceria com a Associação Cultural Suonart, que resulta de um levantamento da história musical das freguesias bracarenses.

Na sede da Junta de Freguesia de Gondizalves foi este sábado inaugurada mais uma exposição integrada neste projeto que pretende destacar a iconografia musical da União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves e o seu património musical. A história das tradições e atividades musicais de ambas as freguesias podem ser conhecidas nesta mostra, que explora particularmente o trabalho realizado no passado pelos organeiros da família Rodrigues de Gondizalves ou pela fundição de sinos Serafim Jerónimo. A exposição estará patente ao público até ao dia 30 de maio em Gondizalves, podendo ser visitada às terça-feira e quintas-feiras, entre as 20h30h e as 22h30.

Além da exposição, decorreu também a apresentação de um recital de música de câmara com o Quarteto de Cordas op.18, formado por quatro jovens músicos estudantes da Universidade do Minho. Neste recital de Música de Câmara foram interpretadas obras para quarteto de cordas do repertório clássico e romântico, além de canções tradicionais do Minho.

A Vereadora da Cultura, Lídia Dias, marcou presença na apresentação de mais esta etapa do inventário do património musical do concelho de Braga, que há dois anos, percorre as freguesias bracarenses. Também a União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves se fez representar pelo seu presidente, João Costa, juntamente com outros elementos do executivo.

Recordemos que o projeto cultural Concelho de Braga e o seu Património Musical, coordenado cientificamente pela musicóloga Elisa Lessa, prevê o levantamento da história musical de cada freguesia com vista à sua fruição e salvaguarda.?Os documentos recolhidos e estudados são constituídos por  fotografias dos grupos musicais, folhetos sobre atuações, documentos da fundação e da vida das coletividades, festas locais, procissões, iconografia musical, apontamentos biográficos sobre músicos, instrumentos musicais, partituras musicais, notas de imprensa e história da atividade musical das Igrejas, conventos e outras instituições.

No próximo mês de maio a rota do inventário do património musical bracarense chegará à freguesia de Tadim. Em junho é a vez de São João do Souto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.