Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Esposende: Colaboração é a chave para o sucesso do trabalho em rede
Bino assume comando da equipa B do Vitória SC

Esposende: Colaboração é a chave para o sucesso do trabalho em rede

Escola de Rock inspira projecto de investigação europeia no ensino

Esposende: Colaboração é a chave para o sucesso do trabalho em rede

Cávado

2019-07-13 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Município de Esposende promove conferência para a partilha de experiências colaborativas, iniciativa integrada no Ano Nacional da Colaboração.

Depois de aderir ao Ano Nacional da Colaboração, uma iniciativa de âmbito nacional que tem como objectivo mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa através dos cidadãos e das instituições para a relevância estratégia da colaboração, o Município de Esposende promoveu ontem o seminário ‘O Poder da Colaboração em Esposende’ onde foi apresentada a rede de parcerias que o município estabelece com as inúmeras entidades e instituições do concelho e da qual emerge um trabalho profícuo em favor dos munícipes, sobretudo os mais fragilizados.
“Todo o trabalho que temos vindo a realizar, não só ao nível da área social, mas de praticamente todas as áreas de intervenção, é no intuito de que toda a comunidade se envolva, que todas as instituições e entidades tenham um papel, uma participação activa, assim como uma palavra a dizer naquilo que vai sendo implementado no território”, referiu ao CM a vice-presidente da câmara de Esposende, Alexandra Roeger.
É através deste envolvimento activo dos cidadãos e entidades que a autarquia de Esposende pretende delinear e implementar projectos diferenciadores no território. “Entendemos que este Ano Nacional da Colaboração constituiria uma base para nos ajudar a dar este salto diferenciador naquilo que é a colaboração e o trabalho colaborativo”, refere ainda a edil.
Além destas sessões mais explicativas, a responsável avança que tem sido desenvolvido todo um trabalho que se baseia na disponibilização de dados, contributos técnicos que contribuem para sustentar os projectos que já estão no terreno e aos quais o município pretende dar-lhes mais “consistência”.
E como o envolvimento das pessoas nos projectos das várias áreas pressupõe que os mesmos estejam dotados de competências que lhe permitam contribuir de forma válida para o seu desenvolvimento, o Município disponibilizou a todos quantos integram a Rede Social do con- celho uma pós-graduação ministrada na Universidade Católica. “Todos os módulos dessa pós-graduação, que envolve dez áreas distintas em termos do saber - desde a qualidade à gestão de recursos humanos e financeira, passando pela contabilidade e pelas questões de cariz social e interventivo - acabam por, de alguma forma, na necessidade de haver trabalhos práticos que, por sua vez, têm de ser desenvolvidos nas próprias instituições. A mais-valia é que é dado um know-how técnico, que se traduz em trabalhos práticos que são implementados no terreno. Isso traz uma dinâmica e uma envolvência da comunidade muito grande”, refere a autarca.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.