Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Escola Camilo Castelo Branco inicia festa do cinquentenário
Museu Pio XII com novo site para atrair visitas

Escola Camilo Castelo Branco inicia festa do cinquentenário

Famalicão Extreme Gaming com mais de 2 mil visitantes no primeiro dia

Escola Camilo Castelo Branco inicia festa do cinquentenário

As Nossas Escolas

2019-10-02 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Secção de um liceu entre 1969 e 1972, a Escola Secundária Camilo Castelo Branco é hoje uma referência do ensino em Famalicão. Ontem, a comunidade educativa começou a celebrar os 50 anos.

Persistência, trabalho e tenacidade foram valores apontados como pilares do projecto educativo da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, ontem, na sessão de início das comemorações dos 50 anos deste estabelecimento de ensino.
Num evento que serviu para homenagear o ex-director da Escola, Joaquim Araújo Carneiro, o director do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, Carlos Teixeira, recordou a criação da Secção do então Liceu Sá de Miranda, no dia 1 de Outubro de 1969, como sinal da “pujança” que já então Vila Nova de Famalicão assumia no panorama regional.

Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal, foi um dos muitos alunos que passaram pela Escola Secundária Camilo Castelo Branco. Ontem, o edil sublinhou que este estabelecimento de ensino “deixou marcas no nosso território”, contribuindo com um “saldo positivo” para o desenvolvimento concelhio.

No futuro, “a Escola Camilo Castelo Branco não pode ser apenas caixa de ressonância da comunidade, deve assumir um papel de protagonista na sociedade”, apelou o autarca.
Segundo Paulo Cunha, a ‘Camilo Castelo Branco’ tem de ambicionar um “percurso de escola aberta, livre, reflexiva e, acima de tudo, liderante”.
O início das comemorações dos 50 anos da Escola Secundária Camilo Castelo Branco ficou também assinalado com a inauguração da exposição ‘50 anos/50 fotos’.

Agrupamento premiado por projectos inovadores

Quatro projectos desenvolvidos no Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco (AECCB) foram, recentemente, distinguidos pelo Município de Vila Nova de Famalicão com Selos Visão 25, galardão que reconhece boas práticas com impacto no território, na economia e na sociedade, que sejam inovadores e inspiradores, que impulsionem o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo e a governança do território e promovam a afirmação do concelho. Na categoria ‘B-Smart Famalicão’, foi distinguido o projecto ‘A Invasão dos Microplásticos’, da professora Carla Machado, e ‘Da Horta para o Prato’, que tem como professora responsável Sónia Barreiras (EB JB).
Na categoria ‘Famalicão Força V’, o projecto ‘Inc-L-Tec’, coordenado pela professora Carla Machado e ‘Escola Sem Muros’, que tem como professores responsáveis Renato Rodrigues, Fernanda Fonseca e Elsa Mendanha, receberam também Selos Visão 25 Entretanto, a Direcção-Geral da Educação, no âmbito do Programa de Apoio à Promoção e Educação para a Saúde (PAPES) atribuiu novamente a distinção Selo Escola Saudável ao Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco em reconhecimento da promoção de práticas quotidianas da promoção da saúde e bem estar da comunidade educativa.

Deixa o teu comentário

Últimas As Nossas Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.