Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Empreitada na envolvente do Jardim D. Fernando e Rua de São Tiago concluída na segunda-feira
“A dimensão do Vitória SC é enorme”

Empreitada na envolvente do Jardim D. Fernando e Rua de São Tiago concluída na segunda-feira

Se quer provar carne de qualidade não pode deixar de visitar o Tomada´s

Alto Minho

2019-02-15 às 18h18

Redacção

A obra previa ainda a criação dos percursos pedonais e o seu prolongamento, a colmatação das áreas de estacionamento e a revalidação de espaços verdes e arborização, para além da instalação, remodelação e prolongamento das redes residuais, pluviais, abastecimento de água; gás; telecomunicações, e ainda iluminação pública; mobiliário urbano e sinalética. Desta forma, manteve-se a capacidade da circulação rodoviária, qualificou-se o espaço público e melhoraram-se as condições de circulação de peões.

A empreitada na envolvente do Jardim D. Fernando e na Rua de São Tiago irá terminar hoje, pelo que o trânsito será restabelecido por completo naquela zona na próxima segunda-feira, depois de um investimento da Câmara Municipal de Viana do Castelo no valor de 770 mil euros na requalificação desta área da cidade.
No que toca ao Jardim D. Fernando – Praça General Barbosa, a intervenção surgiu da necessidade de remodelar e repensar a existente lógica viária e pedonal do seu entorno. De perfil e características variáveis ao longo das três “faces” do Jardim, dinamizado por equipamentos escolares, comércio retalhista e restauração, o espaço acusava interferências na circulação pedonal e viária, pelo que a obra previu a beneficiação com prolongamento das vias de circulação; a redefinição da área de estacionamento; e a infraestruturação cabal das redes públicas.
A obra previa ainda a criação dos percursos pedonais e o seu prolongamento, a colmatação das áreas de estacionamento e a revalidação de espaços verdes e arborização, para além da instalação, remodelação e prolongamento das redes residuais, pluviais, abastecimento de água; gás; telecomunicações, e ainda iluminação pública; mobiliário urbano e sinalética. Desta forma, manteve-se a capacidade da circulação rodoviária, qualificou-se o espaço público e melhoraram-se as condições de circulação de peões.
No que toca à Rua de S. Tiago, e com os mesmos objetivos, em causa estava a beneficiação com prolongamento das vias de circulação; a redefinição da área de estacionamento; e a infraestruturação das redes públicas (residual, pluvial, abastecimento de água, gás, telecomunicações); iluminação pública; mobiliário urbano; e sinalética.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.