Correio do Minho

Braga, quarta-feira

EB1 de São Lázaro é uma das escolas que reabre portas neste ano lectivo
PJ deteve em França homem condenado por sequestro em Famalicão e fugido há 9 anos

EB1 de São Lázaro é uma das escolas que reabre portas neste ano lectivo

SC Braga com quatro pódios no Open Internacional de Kataté

As Nossas Escolas

2018-09-05 às 06h00

Marta Amaral Caldeira

Novo ano lectivo 2018/19 vai ficar marcado pela reabertura de vários equipamentos escolares. A EB1 de São Lázaro é uma das que reabre portas e as obras de requalificação inauguram-se este mês.

A EB1 e Jardim de Infância (JI) de São Lázaro, do Agrupamento de Escolas André Soares, é um dos estabelecimentos que reabre as suas portas aos seus alunos. O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, diz que o novo ano lectivo 2018/19 vai ficar marcado pela reabertura de diversos esquipamentos escolares e que está tudo pronto para que o novo ano arranque com normalidade.
A inauguração da requalificação da EB1 e JI de São Lázaro vai ter lugar ainda durante este mês de Setembro.
Apesar da disponibilização da EB1 de Gualtar aos seus alunos ainda no ano lectivo anterior, aproveitou-se também o período de férias de Verão para levar a cabo diversas correcções pontuais, mas que era necessário concretizar, indica o autarca bracarense.

Também a EB1 de Merelim S. Pedro levou a cabo pequenas intervenções também durante este período de interrupção lectiva. A EB1 de Esporões foi aquela em que as obras se atrasaram um pouco mais, pelo que o seu funcionamento em pleno deverá ter lugar em finais de Outubro, inícios de Novembro próximos.
Para além destes, “há vários outros equipamentos escolares que estão a ter intervenções de outra natureza, como por exemplo nos recreios e nos refeitórios”, referiu o edil.

O presidente da Câmara Municipal de Braga voltou a apontar para os 40 assistentes operacionais contratados até ao passado mês de Julho, por via de um procedimento concursal e adianta que serão contratados ainda mais 30. “Vamos organizar um encontro com todos os auxiliares afectos às escolas no Forum Braga e vamos inclusivamente assinar mais 30 contratos para contratar mais assistentes operacionais para as escolas”, garantiu o autarca bracarense.
“Estas novas contratações cumprem também com o objectivo de dotarmos as escolas de todos os meios humanos necessários para o seu normal funcionamento e para erradicarmos situações precárias a que tivemos que recorrer durante muitos anos de situações precárias e que causaram várias entropias”, sublinhou.
Ricardo Rio refere, ainda, que estes contratos são “contratos sem termo”, ou seja, os assistentes operacionais contratados passam a integrar os quadros da Câmara Municipal de Braga e passam a estar disponíveis para cada um dos agrupamentos escolares.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.