Correio do Minho

Braga, terça-feira

Dia Cultural revelou capacidades dos alunos de Maximinos
José Manuel Fernandes: “O líder do PSD não precisa de moções de confiança”

Dia Cultural revelou capacidades dos alunos de Maximinos

A cidade sem carros arrancou sorrisos às pessoas

As Nossas Escolas

2018-03-21 às 12h39

Miguel Viana

Actividades sobre as diferentes disciplinas, em especial um peddy-paper e Viajar na Leitura, envolveram toda a comunidade das escolas Frei Caetano Brandão e Secundária de Maximinos.

Os alunos das escolas Frei Caetano Brandão e Secundária de Maximinos tiveram ontem um dia de aulas diferente com a realização de várias actividades, no âmbito do Dia Cultural do Agrupamento de Escolas de Maximinos.
No caso da Escola EB 2/3 Frei Caetano Brandão, os alunos dos segundo e terceiro cíclos tiveram oportunidade de participar num peddy-paper (prova de orientação com questões sobre várias matérias), onde tiveram oportunidade de pôr à prova os conhecimentos adquiridos durante as aulas. A actividade incluiu várias provas como a identificação de espécies autóctones ou conhecimentos sobre personagens históricas.

O objectivo, explicou a professora Teresa Barbosa Teixeira, coordenadora do Departamento Curricular da Escola EB 2/3 Frei Caetano Brandão, foi o desenvolver o gosto pela aprendizagem e o trabalho em equipa. O objectivo é promover a apetência pelo saber, pela apredizagem, nas diferentes áreas do saber, e também promover o espí- rito de equipa e a inclusão. Os alunos com necessidades especiais foram integrados em equipas mistas, formadas também pelos restantes alunos da escola. Os meninos da educação especial, mas também os que têm mais dificuldades de aprendizagem foram integrados em equipas constituidas por rapazes e raparigas, explicou Teresa Barbosa Teixeira.
A leitura e a escrita, a História, a Físico-Quimica, as Ciências Naturais, a Educação Física, as Tecnologias da Informaçao e Comunicação, a Matemática , a Geografia, o Inglês e o Francês, foram as disciplinas presentes neste peddy-paper.

As provas foram do agrado dos alunos. É um bom incentivo à aprendizagem, revelou André Pereira, aluno do 9.º ano. A colega Francisca Santos acrescentou que devia haver uma actividade desta todos os períodos (lectivos). João Pontes admitiu que uma das vantagens desta iniciativa é termos mais conhecimento.
Entretanto, na Escola Secundária de Maximinos (a sede do agrupamento), os alunos participaram na actividade Viajar pela Leitura, que decorreu na Biblioteca Escolar. Ficaram, assim, a conhecer as obras literárias de autores como Gustave Flaubert, Jane Austen, Primo Levi, Mia Couto e Fernando Pessoa. Os autores foram interpretados por alunos do 11º (turma 2) e do 12º anos (turmas 1 e 2).

Durante a tarde de ontem os alunos da Escola Frei Caetano Brandão juntaram-se aos da Escola Secundária de Maximinos para assistirem a momentos musicais e conhecerem diversos instrumentos.
O dia encerrou com a actuação dos alunos e professores do ensino articulado da música.
A diversidade e riqueza das actividades desenvolvidas (visitas, horta escolar, jogos, Encontros com escritores, Spelling Contest, Projecto Escola Embaixadora do Parlamento Europeu, workshops, música e cinema) só foi possível graças ao excelente trabalho de alunos e professores, revelou o Agrupamento de Escolas de Maximinos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.