Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Destino termal e gastronómico promove-se no mercado galego
Oito detidos por tráfico de droga em Braga e em Guimarães

Destino termal e gastronómico promove-se no mercado galego

Berço é o campeão do Minho

Vale do Ave

2018-12-21 às 06h00

José Paulo Silva

Município de Vizela vai estar presente nas próximas edições de ‘Xantar’ e ‘Termatalia’, em Ourense. A autarquia quer recriar a vocação turística do concelho.

A Câmara Municipal de Vizela assinou, ontem, um protocolo de colaboração com a Expourense - Fundación de feiras e exposicións de Ourense, acordo que permite a promoção do concelho minhoto na Galiza como destino termal e gastronómico. O presidente da autarquia vizelense, Victor Hugo Salgado, salientou a “enorme relevância” do protocolo, tendo em conta os objectivos no Plano Municipal de Turismo que visam “recriar Vizela como grande destino turístico que já foi no passado, assente na actividade das Termas, na gastronomia e nos eventos”.

Em termos práticos, a Câmara Municipal de Vizela garante uma participação de destaque nas próximas edições de Xantar - 20.º Salón Internacional de Turismo Gastronómico e Termatalia - Feria Internacional de Turismo Termal, certames que se realizam na cidade de Ourense, no próximo ano.
No Xantar, que decorrerá de 6 a 10 de Fevereiro de 2019, Vizela terá um dia dedicado, conforme garantiu ontem Alejandro Rubín Carballo, director-geral da Expourense, na cerimónia de assinatura do protocolo de colaboração com a Câmara Municipal.

Numa altura em que se prepara a abertura de uma nova piscina de água termal, os responsáveis da Câmara Municipal vêem na parceria com a Expourense “o casamento perfeito” para catapultar as Termas para um patamar de notoriedade e procura que já tiveram no passado. A presença na Termatalia 2019, certame agendado para Ourense de 21 a 23 de Setembro e que contará com representações de 40 países é, por isso, entendida como estratégica na promoção do destino termal.
Alejandro Rubín Carballo, que após a assinatura do protocolo de colaboração com o Município, visitou as Termas de Vizela, confiou que o pequeno concelho minhoto tem todas as condições para se afirmar como “destino gastronómico, termal e de turismo activo”. O director geral da Expourense relevou, a par do investimento que está a ser realizado nas Termas de Vizela, “o enquadramento ideal” desta estância localizada junto ao rio Vizela e ao Parque das Termas.

Victor Hugo Salgado, que apontou a abertura da denomiminada piscina dinâmica para o mês de Janeiro, altura em que ficarão concluídas as obras de requalificação da rua de acesso,
às Termas, reconheceu que se está “a recriar a partir praticamente do nada Vizela como destino turístico”.
O edil não desliga desse objectivo as obras de requalificação da Praça República e Jardim Manuel Faria, que deverão arrancar no semestre de 2019.

“Não podemos só requalificar as Termas. Temos de ir mais longe e pensar de que forma podemos fixar os visitantes em Vizela, rejuvenescendo o centro urbano e criando eventos”, considerou Victor Hugo Salgado.
No cumprimento do Plano Municipal de Turismo, a Câmara Municipal de Vizela projecta apresentar, no início de 2019, um mapa turístico digital em realidade aumentada, que será o primeiro do país. A aplicação interactiva para telemóvel foi baptizada ‘Avicella’, nome da nova mascote do concelho que remete para o passado romano, tempo em que as características terapêuticas das águas sulfurosas para doenças músculo-esqueléticas, dermatológicas e respiratórias já eram exploradas em Vizela.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.