Correio do Minho

Braga, terça-feira

Design contribui para o sucesso das empresas
SC Braga: Taça de Portugal vai trazer mudanças

Design contribui para o sucesso das empresas

Rota dos Descobrimentos parte de Viana do Castelo para o Alto Minho

Ensino

2018-09-19 às 06h00

Miguel Viana

Fórum realizado pelo IPCA deu a conhecer vários casos de sucesso de aplicação do design à promoção de produtos de empresas.

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) está preparado para ajudar as empresas da região a aplicarem o design na promoção dos respectivos produtos. A ideia foi transmitida pela directora da Escola de Superior de Design do IPCA no Primeiro Fórum Inovar pelo Design, que ontem decorreu no Teatro Gil Vicente.
Paula Tavares indicou que a escola procedeu ao diagnóstico de empresa nas áreas do vinho, da cerâmica e do têxtil. Três dos sectores económicos mais importantes da região.
“Este diagnóstico foi para avaliar de que forma é que o design está nas empresas, quais são as empresas que têm gabinete de design, quais as que fazem desenvolvimento de produto e tentar capacitá-las para que percebam o valor acrescentado que o design possibilita”, declarou Paula Tavares.

Os resultados do diagnóstico revelam que à empresas que “já têm designers e gabinetes de desenvolvimento de produto, mas ainda há muito para fazer. Os empresários tem de ser motivados para o design”.
Uma ideia também partilhada pelo representante da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado, Domingos Silva, técnico de fundos comunitários.
“O design é, claramente, um elemento a que os empresários devem atender enquanto elemento de competitividade. Permite obter identidade, criação de marca e criação de valor.”
O técnico de fundos comunitários acrescentou que o forum enquadra-se no projecto ‘Cávado’, da CIM do Cávado e assentou em três operações. “Uma ligada ao empreendedorismo, outra componente de internacionalização e a qualificação empresarial, onde se insere o fórum.”

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, fez saber que o estudo realizado pela Escola Superior de Design permitiu às empresas saber “o que deviam fazer para crescer e inovar. Foi o exemplo do que deve ser o posicionamento da Escola Superior de Design nesta região.”
A responsável do IPCA aconselhou a empresas a apostarem na área do design.

A vice-presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, deu conta de que “a região tem empresários arrojados que colocam no mercado produtos inovadores, mas esses produtos carecem de apoio da área de design. Para isso temos uma escola de excelência em Barcelos”.
O encontro contou com as presenças de Nuno Mangas (presidente do IAPMEI), Paulo Vaz (presidente da associação Têxtil e Vestuário de Portugal), Alda Tomás (directora de design da Vista Alegre e Atlântis) e Helena Lobo (designer gráfica de rótulos de vinhos).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.