Correio do Minho

Braga,

Concurso de Montras da Noite Branca regista recorde de participações
Extraordinário concerto encerra Bienal Internacional de Flauta Transversal na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos

Concurso de Montras da Noite Branca regista recorde de participações

Câmara de Guimarães distingue utilizadores no 10º aniversário da Horta Pedagógica

Braga

2018-08-30 às 06h00

Paula Maia

Número de empresas aderentes quase duplicou face ao ano passado, passando das 19 para as 36 participações. A perfumaria Ydentik foi a grande vencedora desta edição. O segundo lugar foi atribuído à Óptica Franco e o terceiro à Sapataria Bagatt.

O número de empresários bracarenses a participar no Concurso de Montras da Noite Branca deste ano quase duplicou face à edição do ano passado. Foram 36 as empresas participantes na iniciativa, mais 17 do que em 2017, “um número recorde” nas palavras do director-geral da Associação Comercial de Braga (ACB), entidade promotora da ideia que desafia os empresários bracarenses a decorarem as suas montras em tons de branco e a utilizar artefactos e elementos decorativos adequados ao evento.
Das 36 montras a concurso, três foram premiadas pela criatividade e originalidade dos trabalhos apresentados. A perfumaria Ydentik foi a grande vencedora deste ano, recebendo 250, um concerto de música ou outra actividade cultural a realizar em espaço interior ou exterior do estabelecimento no âmbito da programação da Noite Branca de 2019.

O segundo lugar foi atribuído à Óptica Franco, que recebeu um prémio monetário de 150 euros e um bilhete duplo para um espectáculo no Theatro Circo.
Em terceiro lugar ficou a montra da Sapataria Bagatt, a quem o júri do concurso atribuiu um prémio no valor de 100 euros e um bilhete duplo para um espectáculo no Theatro Circo.
Foi com um recurso a um elemento identitário - uma flor (a partir da qual se faz o perfume) - que a Ydentik elaborou o trabalho com participou neste concurso. “As flores são constituídas por várias peças individuais que foram coladas, formando-se uma flor”, explica Sofia Lourenço, responsável da loja. “Queríamos algo diferente, que não se encontrasse nas outras montras e que se identificasse com a nossa área”, continua a responsável, adiantando que o trabalho foi feito “em tempo recorde”. Sara espera agora que esta distinção traga mais notoriedade à marca e à empresa onde trabalha.

A Óptica Franco recorreu a uma instalação que tem por base óculos e armaduras em branco, suspensos também por fios brancos. O trabalho é enriquecido ainda por impressões fotográficas, sempre com o branco em destaque, criando um impacto visual harmonioso e atractivo.
Já a Sapataria Bagatt apostou numa instalação artística para a decoração da sua montra, sustentada por uma caixa de luz, com sapatos no interior, dando-nos a imagem projectada do artigo.

O director-geral da ACB diz que este concurso tem mobilizado, de ano para ano, um maior número de comerciantes, facto demonstrativo de que o comércio está cada vez mais motivado a participar na Noite Branca.
Rui Marques adianta que a edição de 2019 do Concurso de Montras será precedida de um workshop de Vitrinismo dirigido por alguns especialistas, uma espécie de formação para os comerciantes onde serão dadas algumas ferramentas que os pos- sam auxiliar na preparação das suas montras.
“Na próxima edição iremos também criar uma temática para o concurso, para não o tornar tão abrangente”, diz ainda o dirigente da ACB.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.