Correio do Minho

Braga,

- +
Concelho de Guimarães distinguido com 50 Galardões Eco-Escolas
Município distinguido com 1º prémio nacional IPIC 2019 atribuído pela UM e AMA

Concelho de Guimarães distinguido com 50 Galardões Eco-Escolas

Ministra não se compromete com Hospital de Barcelos

Concelho de Guimarães distinguido com 50 Galardões Eco-Escolas

As Nossas Escolas

2019-10-19 às 06h00

Redacção Redacção

Dia das Bandeiras Verdes 2019 decorreu, ontem, no Multiusos de Guimarães. Na cerimónia, o maior evento da Associação Bandeira Azul Europa (ABAE), destaque para a distinção das boas práticas ambientais nas escolas de Portugal.

Guimarães está entre os concelhos com mais Eco-Escolas em Portugal, tendo sido atribuído o galardão a 50 escolas vimaranenses e ainda quatro Eco-Agrupamentos. O anúncio decorreu ontem no âmbito da sessão o Dia das Bandeiras Verdes 2019, considerado o maior evento da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). No plano nacional, à frente de Guimarães apenas estão os concelhos de Sintra (56 Eco-escolas) e Torres Vedras (54 Eco-Escolas).
O evento decorreu no Multiusos de Guimarães, onde 1564 escolas a nível nacional receberam o galardão Eco-Escolas como reconhecimento do trabalho desenvolvido no âmbito do programa ao longo do ano lectivo, contando com a participação de mais de duas centenas de Municípios.

O número de Eco-Escolas no concelho de Guimarães subiu de 42 para 50, mantendo uma evolução ao longo dos últimos anos e o número de Eco-Agrupamentos aumentou de três para quatro, tendo em consideração a atribuição do galardão ao Agrupamento de Escolas Mário Cardoso e ainda Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, Agrupamento de Escolas de Abação e Agrupamento de Escolas João de Meira.
“Este é o corolário de um trabalho que tem sido feito com as escolas do concelho, no âmbito de um desígnio assumido pelo Município de Guimarães em 2013 com o objectivo central nas questões ambientais”, apontou a vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães.
Adelina Pinto assinalou a importância da realização deste evento na cidade berço na sequência do caminho que tem sido trilhado em Guimarães e voltado para a área da sustentabilidade e educação ambiental.

“Esta é uma questão que tem de continuar a ser central e Guimarães está a fazer esse trabalho ao nível do território, envolvendo a comunidade, as suas escolas e principalmente as crianças no âmbito das boas práticas do ambiente”, salientou ainda a vice-presidente.
O presidente da ABAE, José Archer, considerou que “este é um projecto transformador”, recordando os 25 anos de trabalho desenvolvido nesta área pela ABAE e que já envolveu cerca de 10 milhões de alunos, contando com a cooperação dos Ministérios do Ambiente e da Educação.
O galardão Eco-Escolas resulta da avaliação da qualidade de implementação da metodologia internacional ‘seven steps’, integrando este trabalho de forma implícita ou explicita na estratégia de educação para a cidadania da escola. Pretende encorajar acções e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade.
A sessão de ontem ficou ainda marcada pela passagem de testemunho de Guimarães a Lisboa, uma vez que em 2020 o Dia das Bandeiras Verdes realizar-se-á na capital.

Deixa o teu comentário

Últimas As Nossas Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.