Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Centro de Engenharia Biológica produz ciência de “qualidade”
Jazz ao Largo regressa a Barcelos entre 11 e 15 de setembro

Centro de Engenharia Biológica produz ciência de “qualidade”

Arcos de Valdevez: Quatro detidos por tráfico de droga em festival de música

Centro de Engenharia Biológica produz ciência de “qualidade”

Ensino

2019-07-01 às 10h24

Redacção Redacção

Relatório da Avaliação das Unidades de I&D da FCT reconhece a a qualidade do trabalho do Centro de Engenharia Biológica, destacando o elevado nível científico e tecnológico.

A principal agência pública de financiamento da actividade científica em Portugal, a FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia – acaba de classificar como excelente a actividade científica e de investigação realizada no Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho (UMinho). O CEB vai, por isso, receber um financiamento de mais de 3 milhões de euros para os próximos quatro anos.
O relatório da Avaliação das Unidades de I&D da FCT reconhece, desta forma, “a excepcional qualidade da investigação realizada no CEB, destacando o elevado nível científico e tecnológico, com contribuições significativas para o avanço do conhecimento e a sua aplicação aos melhores níveis internacionais”.

Com mais de 400 investigadores em actividade e um total de 78 projectos de investigação em curso, o CEB é um dos mais activos e inovadores centros de investigação nacional, obtendo desde 2002 a classificação de excelente na avaliação da FCT, resultado que vê agora novamente confirmado.
De destacar também que, como resultado da “excelente qualidade e pertinência da investigação” realizada, três investigadores do Centro de Engenharia Biológica (entre os quatro da UMinho) foram incluídos na lista dos mais citados por outros cientistas em artigos científicos em 2018. O CEB é uma das duas entidades de investigação portuguesas com o maior número de cientistas nesta lista que integra apenas 1% de todos os investigadores a nível mundial.

Ainda no decorrer do ano passado, o CEB foi escolhido para acolher a única infraestrutura de Investigação Europeia com sede em Portugal, numa selecção a que se candidataram entidades de vários países europeus.
O facto da Unidade de Coordenação Central da MIRRI - Microbial Resource Research Infrastructure ter sido transferida para o nosso país reconhece o importante trabalho de investigação do Centro na área da biotecnologia.
Para Eugénio Campos Ferreira, director do CEB, a classificação obtida na avaliação da FCT, “vem reconhecer a elevada qualidade e rigor científico do trabalho que é diariamente desenvolvido no Centro de Engenharia Biológica e destacar também a dedicação e excelente qualidade técnica de uma equipa que tem vindo a crescer há vários anos.”

A actuar nas áreas da biotecnologia e bioengenharia para os sectores ambiental, saúde, industrial e alimentar, o CEB – Centro de Engenharia Biológica – é um dos mais dinâmicos centros de investigação do país e está integrado na Escola de Engenharia da UMinho.
A colaboração em projectos com empresas nacionais e internacionais também é um aspecto a destacar, sendo que 40% das publicações têm coautoria internacional.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.