Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Cenas finais do filme ‘Variações’ passam pela sua terra natal, em Fiscal, Amares
Nova agricultura motiva Fórum Bio Capital em Vila Nova de Famalicão

Cenas finais do filme ‘Variações’ passam pela sua terra natal, em Fiscal, Amares

Empate com a Rússia adia decisão para a última jornada da Taça das Regiões UEFA

Cávado

2018-08-07 às 14h00

Teresa M. Costa

Filmagens de ‘Variações’ estão a ser finalizadas, esta semana, em Amares, mais concretamente em Fiscal, onde António Variações nasceu, uma honra para o concelho assume o presidente da Câmara.

É no concelho de Amares, onde nasceu António Variações que se rodam as cenas finais do filme ‘Variações’ que pretende retratar e homenagear a vida de António Ribeiro, o barbeiro que perseguiu e concretizou o sonho de ser cantor e compositor.
Parte da equipa que está a produzir o filme, incluindo o actor Sérgio Praia, que dá corpo a António Ribeiro, desvendou ontem um pouco dos bastidores, numa conferência de imprensa com a presença do presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira.

O autarca realçou que “para o povo amarense é muito importante que se fale sobre este vulto da música” que, apesar de ter morrido cedo, marcou e continua a marcar o panorama musical português.
Manuel Moreira, que assume queVariações marcou a sua época, fala de “um ícone da música do país e do nosso território”.
Ladeado pelo produtor do filme, Fernando Vendrell, pelo realizador e argumentista, João Maia e pelo actor Sérgio Praia, o presidente da Câmara Municipal de Amares, assumiu que o concelho “está de alma e coração” neste projecto, numa “parceria muito sentida, honesta e determinada”.

Manuel Moreira evidenciou a “riqueza tremenda” de um concelho pequeno, mas de onde ‘emanaram’ vultos como António Variações ou Sá de Miranda.
No caso de António Variações, ele só actuou uma vez no seu concelho natal, um concerto que ocorreu na freguesia de Carrazedo e que vai ser recriado no filme.
O autarca aproveitou o contexto da rodagem do filme ‘Variações’ para sublinhar a importância da sétima arte “pelo impacto que tem na sociedade e no mundo”.

A rodagem da parte final do filme ‘Variações’ em Amares tem envolvido “uma atmosfera especial” revela o produtor, Fernando Vendrell, para quem a conclusão das filmagens na terra natal de António Variações, “além do simbolismo, tem um poder emocional enorme”.
O produtor espera poder regressar a Amares, no próximo ano, para apresentar o filme “honrando o seu propósito”.
Também para o realizador, que é também o autor do argumento, João Maia, “é importante estar onde tudo começou”. ou seja, onde António Variações nasceu e cresceu, antes de ir para Lisboa, aos 12 anos.
João Maia lembrou a primeira vez que se deslocou a Amares, há 15 anos, tantos quantos levou a realizar o projecto ‘Variações’, afirmando que daqui saiu com a história, antes ainda de ter guião, e com a memória dos barcos que fazem a passagem do compasso pascal, afundados no rio.
O realizador acredita que “vai ser importante para Amares ter uma equipa de filmagem a retratar a memória recente” de um artista que “misturou a modernidade com a ligaçção forte à terra”.

António Variações “merece este filme há muitos anos”

António Ribeiro vive em Amesterdão e vem para Lisboa para ser artista no seu país, começa a compor o seu repertório e a cantá-lo tornando-se António Variações. É este o ponto de partida para o filme ‘Variações’ que, por estes dias, finaliza as filmagens em Amares, na freguesia de Fiscal onde Variações nasceu.
O filme leva seis semanas de rodagem, mas é um projecto já com 15 anos, quando começou a pesquisa do realizador e argumentista, João Maia.
Da terra natal de António Variações, João Maia levou a história e a memória, mas faltaram os apoios para realizar o filme.
O ponto de viragem foi o apoio do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) conseguido à oitava candidatura, revelou ontem João Maia, que admite que o financiamento estatal, a par da vontade das pessoas envolvidas no projecto, permitiram avançar com o filme e obter outros apoios.
O realizador destaca a “equipa motivada” e a “dar tudo”, tal fez António Ribeiro empenhado que estava numa carreira artística.
O produtor, Fernando Vendrell, valoriza o trabalho de João Maia, da equipa e a relevância do personagem António Ribeiro que se torna António Variações.
Fernando Vendrell considera que Variações “foi esquecido pelas pessoas” mesmo tendo sido “uma agente cultural” e exemplifica: “os meus filhos, com 15 anos, conhecem e ouvem as músicas de António Variações”.
Neste contexto, “é muito importante o trabalho que estamos a fazer”, dando a conhecer o seu percurso.
Sérgio Praia, o actor que dá vida a AntónioRibeiro/Variações, sustenta que “este homem merece este filme há muitos anos”, destacando o seu “acreditar” e “a alegria de cantar”.


Mais de uma centena de amarenses nas filmagens

As últimas filmagens de ‘Variações’, que estão a decorrer na freguesia de Fiscal, terra natal de António Variações, vão envolver cerca de 120 pessoas da terra, revelou ontem o produtor do filme, Fernando Vendrell, na conferência de imprensa que decorreu na Câmara Municipal de Amares.
As filmagens começaram no final da semana passada e prolongam-se até sábado, incluindo a recriação da vida de António Variações na infância e do compasso pascal de Fiscal, entre outros momentos.
A mais de uma centena de pessoas inclui os figurantes - recrutados na terra - mas também o conjunto de pessoas que ajuda nas filmagens, aponta Fernando Vendrell.
O presidente da Junta de Freguesia de Fiscal, Augusto Macedo, tem feito um trabalho de acompanhamento “muito próximo” realçou o presidente da Câmara, Manuel Moreira.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.