Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Cem mil euros concretizam seis projectos do Orçamento Participativo Escolar
Distribuição de frutas alargada ao pré-escolar do concelho de Amares

Cem mil euros concretizam seis projectos do Orçamento Participativo Escolar

OCDE convida José Maria Costa a integrar o Global Parliament of Mayors Summit

As Nossas Escolas

2018-09-08 às 08h03

Redacção

Estão seleccionados os seis projectos que vão ser concretizados pelo Município de Braga no âmbito do Orçamento Participativo Escolar 2018/2019. Investimento global da autarquia será de 100 mil euros.

De 17 projectos apresentados, estão seleccionados os seis que vão ser concretizados pelo Município de Braga através do do Orçamento Participativo Escolar para o ano lectivo 2018/2019.
Os seis projectos mais votados foram: ‘Memória Descritiva e Justificativa: Espaço Multiusos da Escola EB2/3 de Tadim’, pelo Agrupamento Trigal Santa Maria (18.850 euros); ‘Requalificação do Campo das Laranjeiras’, pelo Agrupamento Dr. Francisco Sanches (18.867 euros); ‘Laboratório de Robótica e Programação’, pelo Agrupamento André Soares (7.304 euros); ‘Remodelação da Sala de Convívio dos Alunos’, pelo Agrupamento Braga Oeste (15.065 euros); ‘Mochila guardada, Saúde cuidada’, pelo Agrupamento de Celeirós (19.850 euros) e ‘Espaços de outra aprendizagem’, pelo Agrupamento Alberto Sampaio (18.694.77 euros).

A votação dos projectos decorreu no Centro de Recursos Educativos, estando os directores dos 13 Agrupamentos de Escolas e os representantes das respectivas associações de estudantes.
“Esta é uma forma de atribuir direitos, deveres e responsabilidade à comunidade escolar na medida em que todos os agentes educativos são convidados a identificar, debater e priorizar projectos para as escolas do Concelho”, referiu, Lídia Dias, vereadora da Educação.
Como explicou Lídia Dias, “este é um investimento na ordem dos 100 mil euros que difunde uma Educação voltada para a cidadania, tornando os nossos alunos cidadãos a tempo inteiro e promovendo também a participação activa de toda a comunidade educativa. Envolver os mais jovens nas tomadas de decisão e fomentar a democracia participativa é um dos principais ensejos do Orçamento Participativo Escolar”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.