Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Caldelas inaugurou albergue do Caminho Geira e Arrieiros
Mercadona abre primeira loja em Braga com garantia de qualidade a preços baixos

Caldelas inaugurou albergue do Caminho Geira e Arrieiros

Associação de Moradores das Lameiras quer deixar “Marc@as” na comunidade

Caldelas inaugurou albergue do Caminho Geira e Arrieiros

Cávado

2019-10-20 às 16h44

Miguel Viana Miguel Viana

Estrutura resultante da remodelação da antiga escola primária tem capacidade para acolher 16 pessoas. É a primeira estrutura do género daquele Caminho de Santiago.

A União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos inaugurou ontem o primeiro albergue do Caminho Jacobeu da Geira e dos Arrieiros.
O novo espaço ocupa parte do edifício da antiga escola primária, onde funciona também a sede da Junta de Freguesia, e tem capacidade para 16 pessoas.
No momento da inauguração, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, frisou que o novo equipamento, “para além de servir os peregrinos, é também de extrema importância para a economia do concelho. Assim as pessoas ficam no concelho e isso é bom para a nossa economia. É uma forma de levantar a economia do nosso concelho.”

O presidente da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, José Almeida, destacou que o albergue “é importantíssimo porque estamos a desenvolver uma nova valência turística e a desenvolver uma potencialidade do concelho, em termos de turismo, que é o Caminho Jacobeu da Geira e dos Arrieiros”.
O autarca das três freguesias fez questão de salientar que há cada vez mais pessoas interessadas em percorrer esse caminho português de Santiago (de Compostela).

“Estes ano já há 790 peregrinos registados na Catedral de Santiago de Compostela (na Galiza, Espanha) que já fizeram este caminho. Já há muito movimento e acreditamos que tem grande potencialidade.” De tal forma que já foi lançado um desafio aos nossos ‘vizinhos’ galegos.
“Desafiei os nossos irmãos galegos a também seguirem este repto e desenvolverem espaços idênticos pelo caminho fora. O caminho tem muito para andar, para no próximo ano Jacobeu (2021), ser a grande novidade, com muita gente a passar aqui”, apontou José Almeida.

O autarca de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, explicou que o funcionamento do albergue “é muito simples. Temos sempre na sede da junta um funcionário, basta a pessoa apresentar-se na sede da junta, ele faz o registo e explica o funcionamento do espaço”. Cada noite fica pelo preço simbólico de cinco euros por pessoa.
O albergue está equipado com frigorífico, louça de cozinha, um fogão para refeições ligeiras, espaço para refeições, duas casas de banho (uma para senhoras e outra para homens) com três chuveiros cada uma e uma camarata com ‘bliches’ (camas duplas). permitindo acolher 16 pessoas. O novo equipamento custou cerca de 20 mil euros, sendo que “mais de metade foi pago pela Junta de Freguesia”, revelou José Almeida. A restante verba foi financiada pela Câmara Municipal de Amares.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.