Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Braga: idosa ferida em assalto na 'Cónega'
Programa ‘Na’Tal Cerveira’ com 38 dias de animação

Braga: idosa ferida em assalto na 'Cónega'

PEDRAS byannopei inaugura showroom na Av. Assunção Vasconcelos, em Dume

Braga: idosa ferida em assalto na 'Cónega'

Casos do Dia

2010-03-19 às 06h00

Luís Fernandes Luís Fernandes

Uma septuagenária foi assaltada, ao fim da tarde de ontem, na Rua da Boavista, por dois jovens que a deixaram ferida. Um dos assaltantes foi apanhado pela PSP. Moradores andam preocupados com a cada vez maior actividade de marginais e a falta de segurança. Até porque a Cónega é hoje de idosos e casas desabitadas.

A septuagenária acabara de deixar um mini-mercado da sua rua quando, seguindo pela Rua António Gonçalves — nas costas da Cónega — foi abordada por dois indivíduos impetuosos, na casa dos 20 e poucos anos.

À força, apoderarem-se da bolsa que a septuagenária Maria Celeste levava consigo, furtando-lhe os 40 euros que ela trazia no porta-moedas guardado na bolsa.
Aos gritos da idosa acorreu a vizinhança e o seu marido. A PSP foi de imediato alertada, o mesmo sucedendo com os Bombeiros Voluntários de Braga que, de imediato, para ali fizeram deslocar uma ambulância que viria a transportar a vítima para o Hospital de Braga.

Entretanto, acossados pelos moradores, os dois assaltantes escalaram um caleiro da Rua António Gonçalves, apoiando-se numa pequena cabine eléctrica que lhes facilitava a operação. Saltaram para um dos quintais, o que estava do lado esquerdo deles, o de Manuel Silva, porque no outro, contíguo, o do Sr. Mário, estava lá um cão preparado para lhes oferecer uma dentada pelo menos.

No quintal de Manuel Silva deixaram os meliantes sinais da sua passagem, com pegadas no pavimento e as marcas brancas provocadas pelo escalar do caleiro alvamente pintado.
Com os cães de toda a vizinhança em concerto de ladragem, um dos fugitivos acabou por ser apanhado pela polícia quando saltou de um dos quintais para a rua.

Já metido na viatura policial para ser conduzido à esquadra, o fugido ainda recebeu as homenagens furibundas da D. Celeste, ferida na testa. Se lhe fosse permitido, ela teria carregado sobre ele, ali mesmo, toda a ira que lhe ia na alma.
Na PSP, onde nos deslocámos, não foi possível confirmar a detenção, nem saber-se sobre as diligências posteriores efectuadas.
Apenas hoje as relações públicas da corporação deverão adiantar sobre o assunto o que se achar por bem revelar.

Artéria das viúvas

Com mais este assalto, os moradores da Rua da Boavista andam furiosos com a actividade cada vez mais frequente dos marginais.
Um deles explicou-nos ontem que a Rua da Boavista é hoje uma artéria de muitas casas desocupadas; é de gente idosa e 'de muitas viúvas'.
Há dias, a residência de uma dessas pessoas idosas foi assaltada. Levaram todo o ouro que lá estava.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.