Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Autarquias querem criar centro intermunicipal de Protecção Civil
XIX Festival de Folclore do Rancho Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego

Autarquias querem criar centro intermunicipal de Protecção Civil

Guimarães assinou manifesto de adesão “Autarquias sem Glifosato” da QUERCUS

Autarquias querem criar centro  intermunicipal de Protecção Civil

Alto Minho

2019-03-22 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Associação Intermunicipal do Alto Minho - Protecção Civil quer criar centro que albergue meios da Protecção Civil de Vila Nova de Cerveira, Valença e Paredes de Coura. Projecto foi apresentado ontem.

Os municípios de Vila Nova de Cerveira, Valença e Paredes de Coura pretendem criar, a através da Associação Intermunicipal do Alto Minho - Protecção Civil, um centro de coordenação de meios da Protecção Civil.
O projecto foi apresentado ontem publicamente, na presença do secretário de Estado da Protecção Civil, José Artur Neves.
A construção do centro no Aeródromo de Cerval (Vila Nova de Cerveira) está avaliada em 1,2 milhões de euros. O objectivo é concentrar e coordenar, de forma mais eficaz, os meios da Protecção Civil dos três concelhos.
“Uma Protecção Civil supramunicipal é de valorizar, porque todos juntos fazemos muito mais do que individualmente. O centro vem trazer condições condignas. O projecto de arquitectura está feito”, disse Fernando Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira.
Também os autarcas de Paredes de Coura e de Valença veêm vantagens na criação da associação e do respectivo centro de Protecção Civil, ao nível da eficácia e da coordenação de meios.
“Tem que haver coordenação e junção de esforços. Cada município tem o seu papel individual, mas a Protecção Civil só faz sentido se for estruturante, e reunindo as sinergias de todos os municípios. Torna-se mais eficaz no combate e na resposta a situações de emergência e é mais viável do ponto de vista financeiro”, declarou Vítor Paulo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura.
O autarca de Valença, Jorge Mendes, considerou que “todas as acções preventivas que a associação tem realizado são feitas em articulação de esforços, o que tem permitido atingir resultaods muito bons. É uma cooperação para continuar.”
O Secretário de Estado da Protecção Civil, José Artur Neves, frisou que a forma de parcerias representadas pela Associação Intermunicipal do Alto Minho - Protecção Civil “são mais do que lógicas e têm todo o sentido. Vamos evoluir para uma lógica intermunicipal, mobilizando os autarcas, para ter um responsável regional da Protecção Civil e um responsável regional do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), que devem assumir a prevenção e combate”.
O governante específicou que as comunidades intermunicipais também têm um papel preponderante na acçao da Protecção Civil. “No período não crítico (dos incêndios) deve ser o responsável da comunidade intermunicipal a preparar uma directiva de prevenção para a região, com as forças de Protecção Civil a fazer acções de fogo controlado”, disse José Artur Neves.
Sobre o Centro Intermunicipal o governante adiantou que pode haver o aproveitamento de verbas disponibilizadas através do POSEUR. “Na reprogramaççao dos fundos comunitários, ha uma reorientação de fundos para os programas regionais operacionais. Nesse âmbito, haverá a elegibilidade para os centros intermunicipais da Protecção Civil”, revelou José Artur Neves.
O projecto do Centro Intermunicipal de Protecção Civil prevê que o mesmo possa ser usado, em simultâneo, por um máximo de 60 pessoas. Vai dispôr de um corpo central com camaratas (masculinas e femininas) e com gabinetes para os técnicos da Protecção Civil e dos três municípios que compõem a Associaççao Intermunicipal do Alto Minho - Proteççao Civil.
O edifício vai dispôr também de um armazem e espaço de acolhimento de viaturas.
A pista do Aeródromo de Cerval vai ser melhorada, repavimentada e dotada de iluminação nocturna.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.