Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Albergue municipal de Barcelos bate recorde em 2017
Vivências barrocas encantam nos Biscainhos e Praça Municipal

Albergue municipal de Barcelos bate recorde em 2017

B Fachada, Emmy Curl e Joana Espadinha participam na Green Week de Guimarães

Cávado

2018-04-16 às 06h00

Redacção

O albergue municipal de peregrinos Casa da Recoleta, localizado na freguesia de Tamel S. Fins, registou no ano passado o maior número de dormidas desde a sua inauguração, no ano de 2010.

O albergue municipal de peregrinos Casa da Recoleta, localizado na freguesia de Tamel S. Fins, registou no ano passado o maior número de dormidas desde a sua inauguração, no ano de 2010.
Foram 6.390 os peregrinos, de cerca de 60 nacionalidades, que em 2017 pernoitaram neste equipamento municipal, mais 1.373 do que no ano anterior, o que representa o maior crescimento de sempre (27%).
O número de peregrinos a pernoitar em Tamel S. Fins tem aumentado todos os anos, sendo que, desde que foi aberto ao público, o albergue municipal já contabilizou 33.671 dormidas.

O Caminho Português de Santiago atravessa 13 freguesias de Barcelos, num percurso de 29 quilómetros. Tem uma profunda ligação à história da cidade e ao seu maior símbolo, estando na origem da Lenda do Galo.
Dada a importância desta rota de peregrinos para o desenvolvimento do território, valorização do património e captação de turismo, o Município de Barcelos integra um dos maiores consórcios de sempre candidatos ao Programa de Cooperação Territorial Portugal-Espanha (POCTEP) com a temática da valorização dos Caminhos de Santiago.
A candidatura, apresentada em Março, é composta por um consórcio de 15 parceiros, liderado por Badajoz e que conta com outras dez entidades regionais de Espanha e quatro de Portugal, entre as quais o Município de Barcelos. O objectivo da candidatura é valorizar e promover os caminhos de Santiago do Oeste Peninsular.

No âmbito deste projecto, a câmara de Barcelos compromete-se a intervir em quatro eixos: melhoria das condições de segurança ao longo do percurso; reforço da capacidade de acolhimento de peregrinos no albergue municipal; potencializar a relação dos peregrinos com os principais recursos do território, nomeadamente activos culturais/patrimoniais, produtos agrícolas e artesanato; e a melhoria da acessibilidade para peregrinos sem mobilidade ou com mobilidade reduzida.
parte do Município de Barcelos é superior a 186 mil euros.
A câmara de Barcelos vai, ainda, avançar com as obras de melhoramento da escola primária de Tamel S. Fins, que passará a funcionar como edifício de apoio ao Albergue Municipal. Será feita uma pequena requalificação da escola primária, que pertence à autarquia e se encontra desactivada, uma intervenção já prevista na candidatura ao POCTEP devido ao crescente número de peregrinos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.