Correio do Minho

Braga, sexta-feira

ACES Barcelos/Esposende reforçado com dentista
Cultura têxtil e criação artística entrelaçam-se no território

ACES Barcelos/Esposende reforçado com dentista

Andebol da UMinho luta pelo 5.º lugar nos EUSA Games

Cávado

2018-04-17 às 06h00

Teresa M. Costa

Protocolo para dotar o ACES Barcelos/Esposende de um médico dentista foi assinado ontem, na inauguração da USF de Martim.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, apontou as novas instalações da Unidade de Saúde Familiar (USF) de Martim, em Barcelos, que ontem inaugurou, como um bom exemplo do que a tutela quer para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) do país.
O governante, que se fez acompanhar do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), da directora-executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Barcelos/Esposende e do presidente da Câmara Municipal de Barcelos, elogiou a qualidade do projecto e da obra e deu os 760 mil euros de investimento como excelentemente utilizados.

Fernando Araújo destacou também a articulação com o município e com a Junta de Freguesia de Martim e anunciou esperar que a manutenção do edifício possa passar para a Câmara Municipal, acompanhada do respectivo envelope financeiro.
O secretário de Estado realçou ainda o facto de, com as novas instalações e a nova organização em USF se ter conseguido dar médico de família a todos os utentes.
A inauguração da USF de Martim ficou marcada pela assinatura de um protocolo entre o Município de Barcelos e a ARSN que vai permitir dotar os cuidados de saúde primários do concelho de medicina oral ainda este ano. Um médico dentista será colocado, a tempo inteiro, no Centro de Saúde de Barcelinhos.
O município comparticipa as obras e o equipamento.

Avança unidade de cuidados paliativos

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Barcelos/Esposende foi ontem apontado como um exemplo pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, quer pelo pioneirismo de algumas iniciativas, quer pelo diálogo construtivo com o nível hospitalar.
Um dos objectivos do Ministério da Saúde passa por dotar os centros de saúde de maior capacidade de diagnóstico e terapêutica, que já é realidade no ACES Barcelos/Esposende com os utentes a poder fazer no seu centro de saúde as colheitas para análises.
Outra etapa, a concretizar em breve, passa pela realização de radiografias e espirometrias.
A tutela avança também com a criação de uma unidade de cuidados paliativos, a sediar nas antigas instalações do IPCA, em Arcozelo, tendo o governante pedido o apoio da Câmara para as obras de adaptação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.