Operação de charme em Paris

Vale do Ave

autor

Rui Miguel Graça

contactar num. de artigos 421

O historiador Daniel Bastos apresentou no Consulado Geral de Portugal em Paris o livro ‘Santa Casa da Misericórdia de Fafe - 150 Anos ao Serviço da Comunidade (1862 - 2012)’. A sessão, que juntou a comunidade emigrante em França, em particular a fafense, e encheu por completo a Sala Eça de Queirós, contou com a presença da provedora da Misericórdia de Fafe, Maria das Dores Ribeiro João, do presidente do Município de Fafe, José Ribeiro, do empresário fafense, radicado na capital francesa, Manuel Pinto Lopes, e do provedor da Misericórdia de Paris, Joaquim Silva Sousa.

A apresentação do livro, que assinala os 150 anos da Santa Casa da Misericórdia da Fafe, foi apresentada pelo benemérito empresário fafense Manuel Pinto Lopes, que ao longo dos últimos anos, directa ou indirectamente, ofereceu à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fafe quatro veículos para combate a fogos florestais, duas ambulâncias, um veículo de fogos urbanos e uma auto-escada.

O benemérito emigrante fafense, nomeado este ano pela Lusopress, no seio das Comunidades Portuguesas espalhadas pelos quatro cantos do mundo, um dos dez Portugueses de Valor 2012, realçou o trabalho realizado por Daniel Bastos em prol da História da Misericórdia de Fafe, que considerou uma instituição de referência na solidariedade e apoio social.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal de Fafe, José Ribeiro, que formalizou em França a geminação entre as cidades de Fafe e de Sens, com o objectivo de intensificar as relações entre as duas localidades, sobretudo na área da actividade económica, elogiou o trabalho que Daniel Bastos tem desenvolvido no campo da História de Fafe.

Agradecendo ao Consulado Geral de Portugal em Paris o papel activo na materialização do protocolo de geminação com a cidade de Sens, José Ribeiro, enalteceu o papel meritório da Misericórdia de Fafe para com os que mais necessitam, um trabalho a que o Município se tem associado através de apoio e colaboração efectiva com a instituição.
Paralelamente decorreu uma prova de vinhos, acompanhada por degustação de queijos portugueses e franceses.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia