CEC 2012 recebe Festa do Cinema Italiano

Vale do Ave

autor

Redacção

contactar num. de artigos 19750

A Festa do Cinema Italiano, em digressão pelo país, vai passar pela Capital Europeia da Cultura. A partir da próxima quinta-feira, dia 3, até domingo, dia 6, o festival vai exibir seis produções. O objectivo é trazer a Portugal o melhor do cinema produzido em Itália no último ano, e através da cultura, estimular os laços de afinidade entre os dois países. A iniciativa tem lugar no CAE São Mamede, na quinta-feira, sexta-feira e domingo; e no Centro Cultural Vila Flor, no sábado. As sessões de quinta e sexta-feira ocorrem às 21h30 e, no fim-de-semana, às 18h00 e às 21h30. Os bilhetes custam dois euros.
 
Guimarães é a quarta cidade, depois de Lisboa, Funchal e Coimbra, a receber a Festa do Cinema Italiano, que vai já na quinta edição. O festival é uma iniciativa da associação Il Sorpasso em colaboração com o Instituto Italiano de Cultura e a Embaixada de Itália em Portugal. A Festa tem a missão de exibir obras que cumprem elevados critérios de qualidade, sejam elas de autores consagrados ou da nova geração de cineastas. Marina Spada, Emanuele Criasele e Gianni Amelio são alguns dos realizadores cuja obra poderá ser apreciada em Guimarães.
 
Guimarães 2012 percorre 60 anos de carreira de Olmi
No âmbito da celebração do cinema italiano, Guimarães 2012 também homenageia os 60 anos de carreira de Ermanno Olmi, com um ciclo de cinema. O evento - que exibe um filme por dia - vai mostrar hoje, segunda-feira, 30 de Abril, pelas 21h30, a produção que celebrizou Ermanno Olmi. “L'Albero degli Zoccoli” - “A Árvore dos Tamancos”, em português - é uma produção, de 1978, que retrata as dificuldades vividas por cinco famílias de camponeses do norte da Itália, na Lombardia, em finais do século XIX e que valeu ao realizador uma Palma de Ouro do Festival de Cannes.
 
Festa do Cinema Italiano
 
Filme: “Il Villaggio Di Cartone”
Realizador: Ermanno Olmi
Exibição: Quinta-feira, 3 de Maio, às 21h30, no CAE São Mamede
Ano: 2011
Duração: 87min
Sinopse:
Uma igreja. Um pároco. Uma empresa de mudanças. A igreja já não é utilizada, sendo esvaziada de todas as decorações sacras, incluindo o grande crucifixo sobre o altar. Restam apenas os bancos num espaço vazio.
O velho padre parece não conseguir resignar-se a este destino e o sacristão apercebe-se disso. Mas, em pouco tempo, um grande grupo de clandestinos à procura de refúgio entra na igreja e, com os bancos e com cartões, instala aí uma pequena aldeia. O sacerdote vê a sua igreja ganhar de novo vida mas, de fora, os homens da Lei tornam-se ameaçadores.
 
Filme: “Il Mio Domani”
Realizador: Ermanno Olmi
Exibição: Sexta-feira, 4 de Maio, às 21h30, no CAE São Mamede
Ano: 2011
Duração: 88min
Classificação: M/12
Sinopse:
Monica, gestora dedicada a gráficos e novas estratégias para os recursos humanos, decide colocar em discussão o equilíbrio precário entre trabalho e afectos, numa Milão antonioniana. Mantém uma relação com Vittorio, o presidente da sociedade para a qual trabalha e cujo distanciamento é crescente, e uma relação conflituosa que a liga à meia-irmã Simona e ao pai.
Talvez por um desejo oculto de reparação, é levada a ajudar o sobrinho Roberto, um esquivo adolescente. Frequenta um seminário sobre auto-retrato fotográfico onde conhece Lorenzo, com quem vive uma breve relação, que ainda assim não consegue afastar Monica das suas inquietações. Neste momento da sua vida, tem de fazer contas com o passado.
 
Filme: “Corpo Celeste”
Realizador: Alice Rohrwacher
Exibição: Sábado, 5 de Maio, às 18h00, no Centro Cultural Vila Flor
Ano: 2011
Duração: 100min
Classificação: M/12
Sinopse:
Marta tem treze anos e, após dez anos passados com a família na Suíça, regressa ao sul profundo italiano, a Reggio Calabria, a cidade onde nasceu. Com ela estão a mãe e a irmã mais velha, que mal a suporta.
Marta começa imediatamente a frequentar o curso de preparação para o crisma: está na idade certa e é também, repetem-no todos, um belo modo de fazer novos amigos. Sem o crisma nem sequer se pode casar! É assim que encontra Don Mario, um padre azafamado e distante que administra a igreja como uma pequena empresa, e a catequista Santa, uma senhora bastante divertida que conduzirá as crianças à confirmação.
 
Filme: “Terraferma”
Realizador: Alice Rohrwacher
Exibição: Sábado, 5 de Maio, às 21h30, no Centro Cultural Vila Flor

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Farmácias de serviço

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia