Regresso às aulas em Famalicão deixa famílias “com saldo positivo”

Vale do Ave, As Nossas Escolas

autor

Isabel Vilhena

contactar num. de artigos 1245

Setembro é o mês do regresso às aulas e de despesas acrescidas no orçamento familiar. A lista é extensa, mas os livros são os que mais ‘pesam’ nos gastos das famílias.
Em Vila Nova de Famalicão, as famílias têm um ‘saldo positivo’ porque a autarquia oferece as fichas de apoio a todo o 1.º ciclo, uma vez que o Governo oferece, a partir deste ano lectivo, os manuais escolares a todo o 1º ciclo.

O apoio da câmara municipal foi mais longe e estende-se, este ano lectivo, ao segundo ciclo, ou seja, oferece os manuais escolares para o 5.º e 6.º ano do Ensino Básico, referentes às disciplinas nucleares - Português, Matemática, Inglês, História e Geografia de Portugal e Ciências Naturais.
Uma medida que agrada aos pais que sentem “um grande alívio’ na sua gestão familiar, que lhes permite frequentar actividades extracurriculares, que de outra seria mais difícil”, contou Carla Araújo, presidente da Associação de Pais da EB 2, 3 Dr. Nuno Simões que ontem recebeu a visita do presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

O autarca famalicense, acompanhado do vereador da Educação, Leonel Rocha, fez a entrega simbólica das fichas de apoio aos alunos do 1.º ciclo e dos manuais escolares ao 5.º e 6.º ano.
Na ocasião, Paulo Cunha assinalou que a “tarefa de educar é de todos. À câmara municipal compete dar o seu contributo, ajudar a criar condições, mas mobilizar a comunidade para melhorar o processo educativo.

O edil apontou a educação como “a principal ferramenta de afirmação de uma pessoa na comunidade. Quanto melhor for a educação dos nossos alunos, mais é possível que eles possam afirmar-se na vida, independente da condição de partida. O que nós desejamos é que as circunstâncias sócio-económicas das famílias não sejam relevantes no sucesso dos seus seus filhos”.

O autarca salientou ainda um conjunto de outros apoios municipais à educação, nomeadamente na acção social, transportes e refeições escolares, que juntamente com os apoios pedagógicos promovidos pela Rede Escolar concelhia tornam um bolo maior, “todo ele importante para que hoje assistamos em Vila Nova de Famalicão a uma verdadeira democratização do ensino”.
Ao todo, serão beneficiados com esta medida cerca de 7 500 alunos (5 000 do 1.º ciclo e 2 500 do 2.º ciclo) num investimento total de 410 mil euros. Isto significa que em Famalicão uma família com um filho no 1.ª ciclo e outro no 2.º ciclo vai poupar perto de 150 euros com a aquisição dos livros escolares.

Para além desta medida, a Câmara Municipal de Famalicão apoia também as famílias do concelho através de uma aposta na acção social escolar com, por exemplo, a oferta de material escolar aos alunos com os escalões A e B do 1.º ciclo, o que significa um investimento de 16 euros por aluno do Escalão A e 8 euros por aluno do Escalão B; a oferta de transporte escolar para os alunos do 2.º e 3.º ciclo e comparticipação de 50% para os alunos do Secundário; a comparticipação das refeições escolares e oferta da fruta; a inclusão de um quarto escalão social, entre outras medidas.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia