Instituto Nacional de Artes do Circo instala-se em Vila Nova de Famalicão

Vale do Ave

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34698

O Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) inicia na próxima segunda-feira as suas actividades lectivas em Vila Nova de Famalicão, com uma turma de 30 alunos provenientes de vários países do mundo. O instituto que estava localizado na Maia mudou-se de malas e bagagens para o concelho famalicense, sedeando-se num dos pavilhões do Lago Discount.

“Ficamos sem espaço adequado para a continuação do curso”, explica Bruno Machado, coordenador e director do INAC, formado pela Chapitô e National Center For Circus Arts de Londres, salientando que em Famalicão encontraram o espaço ideal para se fixarem. “Temos um espaço único na Península Ibérica, com características perfeitas para desenvolver o projecto do circo, como, por exemplo, os nove metros de altura da sala” acrescenta.

Além disso “decidimos vir para Famalicão porque é um município que apoia a cultura e as artes”, sublinha o responsável.
A proposta para a atribuição de um apoio financeiro municipal de 15 mil euros para aquisição de diversos equipamentos e materiais foi aprovada por unanimidade na última reunião do executivo de Vila Nova de Famalicão. Entretanto, a autarquia está também a tratar da cedência do espaço.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “faz todo o sentido que o município apoie o INAC, que é um instituto de dimensão internacional”. “Ficamos muito satisfeitos por perceber que o INAC optou pelo nosso concelho para concretizar o seu projecto e a nós compete-nos dar o conforto e dar-lhe o apoio necessário para que possa vingar aqui”, adiantou o autarca.

Paulo Cunha lembrou ainda que as artes circenses são “uma área cultural que se está a desenvolver muito no concelho” e apontou o exemplo da promoção do Festival Internacional Vaudeville Rendez Vous, que decorreu recentemente.
De resto, os alunos do INAC estrearam-se, este ano, na programação do festival com a apresentação de “Demudar” que alcançou grande sucesso.

Refira-se que o INAC inicia a sua actividade lectiva já no próximo dia 18, com uma turma de 30 alunos provenientes de países como a Inglaterra, França, Itália, Finlândia e outros, e 15 professores.
Para além da formação profissional na área do circo, o instituto contempla ainda a vertente de residência artística, recebendo companhia que já trabalham profissionalmente.
De acordo com Bruno Machado, o curso está, neste momento, em processo de homologação pela Federação de Escolas de Circo da Europa.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia