Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Umas pinceladas em forma de balanço...

Os rolos

Voz às Escolas

2019-06-19 às 06h00

Flora Monteiro

Quando se fala em liderança escolar fala-se também em gestão, acentuando-se as diferenças entre os conceitos, apontando-se as similaridades e distinguindo-se as prioridades de uma e de outra. Interessa analisar este aspeto interrogando-nos sobre essas diferenças entre ambas e questionando-nos sobre as prioridades da liderança escolar, que ora colocam o diretor escolar mais perto do líder, ora o colocam junto ao gestor.
Ao nível da organização escolar, vários autores nos apresentam o gestor como aquele que cumpre os normativos legais e se preocupa essencialmente com o funcionamento quotidiano da escola, com a gestão de verbas e recursos, entre outros aspetos mais tecnicistas; o líder surge como aquele que tenta envolver todos os atores na missão da organização, através duma atuação mais ao nível das relações humanas e da motivação, conduzindo-os para a realização de projetos que ultrapassam os interesses individuais e se concentram nas finalidades da escola.

Mas o grande problema destes últimos anos centra-se na seguinte questão: será que os atuais diretores das nossas escolas têm a possibilidade de trabalhar para a mudança, para lá do simples funcionamento diário da escola?
Terão tempo para liderar, motivar, estimular, no meio dos furacões que foram surgindo, das urgências impostas por decreto, das mudanças apresentadas e logo a seguir exigidas, sem tempo para pensar, reflectir, monitorizar…?
A escola tem a particularidade de ser uma organização aprendente, onde se podem desenvolver diversos conhecimentos e saberes, onde não se encontram, de um lado os que ensinam e do outro os que aprendem, mas onde todos os seus elementos funcionam numa interação quotidiana que lhes permite desenvolver diversos tipos de inteligência. Mas será que nos deram tempo para estas aprendizagens?
Creio que não é suficiente o tempo que dão!
Faltou muito do respeito pelos docentes, pelos órgãos de gestão, pelas estruturas e lideranças intermédias!

Vivemos um período em que parecem existir diversos ministérios! Uns, com plataformas e questões administrativas e burocráticas que sugam o tempo às equipas das direções para poderem liderar e salvaguardar o melhor do seu esforço para investir na qualidade gradual e nos sucessos das escolas, fazendo cumprir os projetos educativos. De outros lados, outras equipas ministeriais com a implementação de tantas novidades, de tantas novas pedagogias (que já praticávamos há bastante tempo), exigindo e criando autênticas arenas de documentação e burocracia, monitorizando o que ainda não teve tempo suficiente para ser implementado, pedindo inquéritos e acusando de “estar errado” o que ainda não tivemos tempo de aprender a fazer (supostamente) ainda melhor!

Balanço do ano??!!! Foi um ano difícil, de muitos desânimos, de muita desmotivação, de muita angústia e luta e, sobretudo, de trabalho, muito trabalho! Mas o espírito positivo e a nossa missão ganham sempre!
Hoje em dia, a escola assume finalidades muito diversificadas: “finalidade cultural”, “finalidade socializadora”, “finalidade produtiva”, “finalidade personaliza- dora” e “finalidade igualizadora” como refere Matias Alves. Tentamos cumprir, com o espírito que nos carateriza! Mais ou menos cansados, mais ou menos animados, mas fizemos muito! Conseguimos muitos e muitos êxitos. Os sucessos aumentaram.
O Agrupamento está de parabéns, desde a educação pré-escolar, ao primeiro, segundo, terceiro ciclos e ensino secundário.

Também a formação de adultos está a atingir os seus objetivos! Apesar de diversos pesares, todos trabalharam para que os alunos nunca deixassem de ser o foco, para ajudar na melhor formação e educação dos jovens de Amares. Os sucessos estão relatados! As evidências ficam connosco, com os alunos e famílias, com a nossa comunidade educativa.
E para o ano terminar, contrariamente ao que muitos pensam, há ainda um largo caminho a percorrer, de muito trabalho e muito empenho para que o próximo possa ser melhor.
Em final de ano fica um agradecimento a todos os profissionais do AEAmares por tanto que deram e continuam a dar!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

26 Junho 2019

Encontrão Ambiental

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.