Correio do Minho

Braga,

Os jovens e a Política

Como sonhar um negócio

Voz às Freguesias

2017-03-31 às 06h00

José Peixoto

É do conhecimento geral que os jovens de hoje vivem de costas voltadas para a política e torna-se cada vez mais difícil convencê-los a participar ativamente na coisa pública.
Quando questionados sobre o assunto apontam, sem hesitação, a sua total descrença nos processos e nos atores políticos recorrendo a argumentação fácil que ilustram com um punhado de exemplos pouco abonatórios para a classe política em geral.

A juntar a tudo isto parece de reconhecer o fechamento a que os jovens de hoje se submetem, fruto de novos modos de viver, de entender e de comunicar que em nada favorecem o seu envolvimento e participação nas diversas organizações, onde de facto pudessem exercitar uma verdadeira cidadania ativa.

Perante tal diagnóstico urge que todos quantos têm responsabilidades na matéria reflitam, sobretudo, acerca do caminho a trilhar para inverter este estado de coisas. Torna-se imperioso reforçar estratégias conducentes à eliminação da desconfiança nos atores políticos. A juventude precisa de ser motivada sobretudo pelo exemplo de quem ocupa lugares e cargos de natureza política.

Importa que a comunicação social promova com mais regularidade a ação meritória desenvolvida por muitos cidadãos que ocupam lugares de destaque na política.
Os movimentos existentes na sociedade civil devem promover, com mais intencionalidade, um apelo à participação ativa das crianças e dos jovens no sentido de lhes proporcionar um lastro onde assente o gosto por uma cidadania ativa.

O desempenho das escolas pode ser estratégico e determinante, já que a escola é o local por onde todos passam e onde convivem diferentes sensibilidades, numa fase da vida propícia ao desenvolvimento de competências estruturantes para o futuro de cada um(a). Oxalá que as mudanças anunciadas possam vir a favorecer o gosto por uma participação mais ativa e responsável dos nossos jovens esperando que, a prazo, a sociedade possa notar as mudanças esperadas.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Freguesias

26 Julho 2017

O Sorriso

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.