Correio do Minho

Braga, segunda-feira

‘O que não acaba no lixo acaba no mar’

A vida não é um cliché

Ideias

2018-08-14 às 06h00

Paulo Monteiro

‘O que não acaba no lixo acaba no mar’ é o título de uma campanha lançada, recentemente, pela Fundação Oceano Azul e o Oceanário de Lisboa, em parceria com a Olá.
Esta iniciativa visa alertar os portugueses para um dos maiores problemas ambientais do planeta: o lixo marinho, em particular a poluição por plástico. Esta é a primeira campanha publicitária da Fundação Oceano Azul, segundo refere no seu próprio site e que, através da sua missão de contribuir para a sustentabilidade do planeta do ponto de vista do oceano, amplifica a importância da participação de cada um na redução do lixo que chega ao mar e às praias diariamente.
Esta campanha foi desenhada para informar sobre a importância de colocar o lixo no sítio adequado e para consciencializar as pessoas sobre o impacto negativo dos seus comportamentos.
São três os filmes publicitários televisivos, nos três canais generalistas, e esta campanha visa informar o pú- blico de forma directa e simples que, o que não acaba no lixo acaba no mar.
Recorde-se que a poluição por plásticos é uma das maiores ameaças do oceano global. Mais de oito milhões de toneladas de plástico chegam ao oceano anualmente, o equivalente a despejar um camião de lixo de plástico a cada minuto. Os efeitos são muito negativos para toda a vida selvagem e para os ecossistemas marinhos, com um milhão de aves marinhas e 100 mil mamíferos marinhos a morrer, todos os anos, devido à poluição por plástico...
Números dramáticos. É preciso, urgentemente, diminuir com o plástico nas nossa vidas antes que seja tarde. Todos nós agradecemos e todas as campanhas são bem vindas.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

22 Outubro 2018

A multidão e a cidadania

22 Outubro 2018

A pretexto de coisa alguma

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.