Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

“O Apeadeiro” – do Sonho à Realidade

Catalunha: pelo voto é que vamos

“O Apeadeiro” – do Sonho à Realidade

Escreve quem sabe

2019-09-13 às 06h00

Carlos Alberto Pereira Carlos Alberto Pereira

Tal como Luther King, também o Núcleo de Braga tinha um sonho, sonhávamos com um Centro Escutista onde pudéssemos, em regime misto, acampamento e acantonamento, fazer formação de adultos promover, ações visando o desenvolvimento da cidadania, nas crianças, jovens e adultos do nosso Núcleo, que, territorialmente, corresponde aos concelhos de Braga, Amares e Terras de Bouro.

A Junta de Núcleo assumiu este desígnio e analisou todas as possibilidades que se lhe ofereciam, até chegar à opção final, aquela que tinha mais e melhores possibilidades de se materializar: a antiga escola primária do Monte, em Aveleda. Uma construção do célebre plano centenário, mas, à época descolorida pela ausência de manutenção a que tinha sido votada, mesmo assim, sentiam-se as memórias das crianças que lhe deram vida e que hoje são, de facto, a memória, melhor, as memórias da comunidade desta terra. Enquanto, o passar dos anos não impediu a escola de desempenhar a sua missão, muitos alunos, auxiliados pelos seus professores foram descobrindo muitos caminhos, um deles o da cidadania.

A ideia de reconstruir a “velhinha” escola do Monte, para ser utilizada por um Movimento de Cidadania, tornou-se, desde de logo, numa ação de revitalizar um edifício, de linhas sóbrias, mas que inspira confiança aos seus utilizadores e, simultaneamente, num processo de dar continuidade à sua missão inicial, agora num ambiente de educação não-formal, de ser um espaço de aprendizagens e de partilha visando a formação de um cidadão ainda mais humano, mais participativo e socialmente mais responsável.

Foi um trabalho minucioso que a Junta de Núcleo encetou, tanto com a Junta da União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro, como com a Câmara Municipal de Braga, que culminou com a assinatura, em 2014, de um protocolo, válido por 30 anos renováveis, que levou à constituição de “O Apeadeiro”, sendo que a Junta de Freguesia cedeu o uso do edifício da escola do Monte e a Câmara Municipal de um pequeno “bosque” para se instalar um local de acampamento, integrado neste novo Centro Escutista do Núcleo de Braga.

Depois de, em 2018, se ter inaugurado o espaço destinado aos acampamentos, no dia comemorativo do Núcleo de Braga, 07 de julho de 2019, foi inaugurado o edifício, cujo restauro em muito se ficou a dever ao nosso projeto vencedor do orçamento participativo destinado ao alojamento, formação e ao centro de documentação do Núcleo, mas, sobretudo, aos que sempre acreditaram “que o sonho comanda a vida, / que sempre que um homem sonha / o mundo pula e avança / como bola colorida / entre as mãos de uma criança.”

Aqui, uma palavra de gratidão para os dirigentes que integram as últimas Juntas de Núcleo e que lideraram este projeto do Núcleo de Braga, eles foram verdadeiros semeadores de Esperança, e, uma outra, à plêiade que, sem esperar qualquer recompensa, permitiu que se materializasse o verso da Mensagem, de Fenando Pessoa: “Deus quer, o homem sonha, a obra nasce”.
O “Apeadeiro” é uma infraestrutura de qualidade colocada ao serviço da formação de adultos e do programa educativo oferecido a crianças e jovens dos Agrupamentos do Núcleo de Braga, da Região de Braga e de todo o CNE, mas também para associações e grupos que desejem utilizar estes recursos. Agora, há que criar vida e dar-lhe sentido, para que o escutismo consiga continuar a construir um mundo melhor formando mulheres e homens que sejam verdadeiros semeadores de Esperança e construtores de Paz.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

20 Outubro 2019

Jornais

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.