Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

O Acampamento Chama-te

Solidão

O Acampamento Chama-te

Escreve quem sabe

2019-06-28 às 06h00

Carlos Alberto Pereira Carlos Alberto Pereira

«O acampamento é de longe a melhor escola para dar às crianças as qualidades de caráter.»
Baden-Powell

Otítulo desta crónica é uma espécie de homenagem a um conjunto de chefes das Guias Francesas, hoje integradas nos “Scouts et Guides de France”, que, em 1976, publicaram um livro “Le Camp t’appelle” que tive a felicidade de ler no início de 1977, aos 23 anos de idade, e que muito me ajudou a compreender a importância do acampamento no método escutista.
O verão, depois de um ano escolar intenso e trabalhoso, naturalmente, com bons resultados, pelo menos assim o desejamos, é o tempo propício para a realização da “atividade rainha” do escutismo: o acampamento.
É na vida ao ar livre que, crianças e jovens, colocam em prática as técnicas aprendidas e as competências aprofundadas, pois a missão de cada um a isso conduz. Mas as ações individuais têm que ser partilhadas com os pares e colocadas ao serviço de todos, desenvolvendo o espírito de equipa, do trabalho partilhado e colaborativo, de compreensão e entreajuda, da liderança e da responsabilidade individual, para consigo próprio e para com os outros. Como dizia um chefe que tive: «o acampamento põe-nos a trabalhar como um relógio suíço».
Recordemos que o acampamento escutista é, antes de mais, um exercício de planeamento criativo e partilhado, onde as decisões se vão tomando nos órgãos próprios, de forma democrática. Primeiro em cada uma das patrulhas1 e cada uma prepara a sua proposta. Depois em grande grupo, o conselho de expedição, onde se fazem as apresentações e se debatem as propostas apresentadas, sendo que depois se escolhe um dos projetos. Esta escolha é feita pelos jovens que integram, a expedição. Subindo depois ao conselho de guias, que é o órgão de gestão e de justiça da expedição, composto pelos guias de patrulha que são jovens, de cada uma das patrulhas, democraticamente escolhidos pelos membros da sua patrulha. O conselho de guias enriquece o projeto escolhido, procurando juntar os contributos enquadráveis dos outros projetos apreciados e organiza as equipas de trabalho por especialidades, áreas ou tarefas, de acordo com as competências de cada um ou das suas necessidades formativas.
Depois da planificação concluída, ressalvando sempre uma linha de ação para colmatar os imprevistos, chega o tempo da realização/ação, das vivências, do disfrutar do trabalho produzido e de sentir o prazer de aplicar a novas situações as aprendizagens realizadas. A esta fase segue-se a avaliação dos métodos utilizados, dos resultados obtidos e do grau de satisfação alcançado, é também o momento de reflexão sobre os erros produzidos e com eles aprender a superar as dificuldades dos percursos realizados.
Neste tempo, em que se realizam centenas de acampamentos organizados por todas as estruturas do Escutismo Católico Português: nacional, regional, de núcleo e de Agrupamento, segundo o censo de janeiro de 2019, o efetivo do CNE era de: 55.964 elementos, distribuídos pelos 1.019 agrupamentos ativos, enquadrados por 14.384 adultos, num efetivo total de 70.384 associados, gostaria deixar um olhar de apreço para o Acampamento Vocacional - ACAV_2019 • “ousa partir: tens um dom a partilhar”, a realizar no Campo Escola de Fraião, Braga, nos dias 19, 20 e 21 de julho, sendo organizado pelo Clã 8 do agrupamento 421, do Seminário de Braga, tendo com destinatários os pioneiros, visando dotar estes jovens de experiências que lhes permitam discernir só as opções que nessas idades, escolarmente falando – o ensino secundário, têm de tomar para se sentirem mulheres e homens realizados.


1 Usaremos a terminologia do CNE, própria da II Seção – a Expedição, onde o pequeno grupo se designa “patrulha” (por ser a que Baden-Powell usou no livro fundador - o “Escutismo para Rapazes”), mas na Alcateia é o “bando”, na Comunidade a “equipa” e no Clã a “tribo”.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.