Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Liderança distrital nos ‘rankings’ é desafio constante

Saboaria e Perfumaria Confiança – pela salvaguarda do seu património

Correio

2010-10-26 às 06h00

Leitor

A Escola Secundária de Santa Maria Maior (ESSMM) acolheu com natural regozijo a recente publicação dos “rankings” das escolas secundárias do país. A partir de dados quantitativos oficiais e por nós assumido como uma das medidas com que aferimos o serviço prestado à comunidade, foi com especial agrado que pudemos verificar a lide-rança (no que diz respeito às médias das classificações) das escolas com ensino secundário do Alto Minho e o 46.º (em 488) lugar nacional das escolas secundárias públicas.

Em primeiro lugar, destacamos este resultado como a sequência do empenho que os nossos estudantes têm vindo a demonstrar nesta parcela da sua vida académica. A participação activa em tudo o que diga respeito à escola é, no nosso ponto de vista, um vector fundamental para a formação de cidadãos. É neste binómio da formação (académica-cidadania) que assenta um dos pilares do caminho da excelência que visamos trilhar.

Em segundo lugar, o resultado ora obtido - em que já somos repetentes - também resulta do profissionalismo globalmente assumido pelos seus professores. A estabilidade da grande maioria do corpo docente é um dos factores que, cremos, contribuiu (contribui e contribuirá) favoravelmente para o actual estado das coisas. Assente na trave-mestra do conhecimento, o ensino é assumido como integrador e sempre atento à dimensão humana. Permita-se o realce dos docentes de Português, cujos alunos permitiram que a ESSMM ocupasse, nesta disciplina, o 20º lugar a nível nacional.

Em terceiro lugar, seria injusto não apontar os pais e encarregados de educação como contribuintes líquidos dos resultados alcançados. Individualmente ou através da activa Associação de Pais, a colaboração com a escola foi uma realidade incontornável e proporcionadora dos objectivos preconizados para os seus educandos.

Em estreita ligação com uma leitura dos “rankings”, o resultado das candidaturas ao ensino superior dos alunos que concluí-ram o 12.º ano em 2009/2010, na ESSMM, foi de encontro aos seus anseios. Na 1.ª fase, 90 % (150 alunos) obtiveram colocação e, destes, 76% (115 alunos) na primeira ou segunda opção. Entre os cursos mais frequentes de colocação, registem-se os 24 alunos colocados em Engenharias, oito em Medicina, sete em Economia e quatro em Arquitectura.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão (IPVC), a Universidade do Minho e a Faculdade de Engenharia (Universidade do Porto), acolheram 51 dos nossos estudantes.
Há, ainda, outros aspectos importantes que vale a pena salientar numa primeira leitura dos “rankings”. A média das classificações do distrito é superior à média nacional, um aspecto qualitativo de realce quando sabemos que, noutras facetas da realidade, o Alto Minho possui índices inferiores às médias do país.

Os alunos e as escolas do distrito também estão de parabéns pelo seu contributo para aquele resultado cuja consequência foi a subida no mesmo “ranking” de várias escolas em relação ao ano transacto.

Benjamim Moreira - director da Escola Secundária de Santa Maria Maior de Viana do Castelo

Deixa o teu comentário

Últimas Correio

08 Outubro 2017

A Cidade Inteligente

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.