Correio do Minho

Braga,

“Doutor tenho formigueiro nas mãos!”

Escrever e falar bem Português: Um item complicado

Voz à Saúde

2016-06-14 às 06h00

Joana Barbosa

A Síndrome de Túnel Cárpico resulta de uma compressão do nervo mediano, localizado no pulso. A compressão é resultado de uma tumefação ou da formação de tecido fibroso na face palmar da mão, como consequência de uma grande variedade de situações.

Esta patologia é mais frequente nas mulheres, com maior incidência em pessoas cujo trabalho exige uma flexão forçada e repetida do pulso, podendo ter afetação uni ou bilateral. O mau posicionamento dos pulsos no teclado do computador e uso de plataformas vibratórias também são predisponentes para esta síndrome. As grávidas são também um grupo vulnerável, bem como doentes como o hipotiroidismo, artrite reumatoide, diabetes e insuficiência renal.

Os sintomas associados são a sensação de formigueiro, adormecimento e dor na face palmar dos três primeiros dedos da mão, sendo por vezes acompanhada de sintomatologia no cotovelo e ombro. A dor pode ser mais intensa durante a noite pela posição da mão, mas podem aparecer durante as atividades diárias. Por vezes os doentes notam que têm diminuição da força de preensão, podendo deixar cair os objetos da mão.

O diagnóstico estabelece-se através da entrevista clinica e do exame da mão e pulso. Antes de se decidir por uma intervenção cirúrgica dever-se-á pedir uma prova para testar a condição nervosa. O melhor tratamento para esta patologia é evitar a flexão forçada do pulso, usando talas para que se adote uma posição neutra do mesmo, bem como o uso de anti-inflamatórios ou corticoides. A cirurgia é a melhor opção se a dor for muito intensa e/ou houver repercussões musculares, podendo, no entanto, haver recidivas.

Após avaliação e diagnóstico o tratamento da Síndrome do Túnel Cárpico deve ser adaptado à gravidade de cada situação. Se tiver qualquer dúvida, não hesite em contactar o seu Médico de Assistente. Cuide de si, cuide da sua saúde!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.