Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Era uma vez um ano letivo!

Solidão

Era uma vez um ano letivo!

Voz às Escolas

2019-06-20 às 06h00

Agostinho Guedes Agostinho Guedes

Terminou mais um ano letivo e com ele muitas histórias foram escritas!
Estamos em junho e, brevemente, concluiremos a segunda fase de exames, libertando os nossos jovens de tarefa tão importante e cuja dignidade do ato justifica amplamente o forte investimento pedagógico.
A nossa comunidade escolar tem vivido momentos exemplares de grande dedicação e de reconhecimento pelo seu trabalho. Os prémios recebidos, as metas atingidas, a interação permanente no trabalho colaborativo, na formação fazem da ESCT um espaço educativo em permanente evolução, onde se cruzam as rotinas e os projetos. Acreditamos que é possível fazer mais e melhor.
Contamos com todos, os que vivem por dentro o dia a dia e aqueles que direta e indiretamente contribuem com o seu apoio para o desenvolvimento individual e coletivo dos nossos alunos.
Ao pessoal docente, aos técnicos, aos assistentes técnicos, aos assistentes operacionais, aos parceiros locais e regionais, às instituições oficiais, locais, regionais e nacionais e aos alunos é devido o reconhecimento pelo seu envolvimento.
A todos vós umas merecidas férias!
Mas continuemos a nossa digressão discursiva!

Num quadro imaginário, sente-se o batimento e o pulsar de segmentos audazes que, por vários caminhos, animarão, ao longo do forte verão tranquilo, as vontades daqueles corpos humanos que agora anseiam pela luz quente do sol e da água salgada para revigorarem e assim voltarem à escola para mais um processo educativo, que durará um ano escolar.
Até aqui, a novidade parece-nos inocente e amiga para aqueles que procuram no ambiente natural mais força e habilidade, graças às trocas de mensagens entre colegas e novos amigos entretanto feitos, que visam a continuidade processual do desenvolvimento do intelecto e da sua socialização. Esta realidade assenta na vontade dos seres, cujo caminho continuado terá mais valor consoante o ângulo de luz de cada um.
Criar laços é SER!
Depois de uma ou mais crises é suposto ver aparecer a esperança!

Num clima de exercício de forças, por vezes, o desfecho não é o mais esperado. Aqui e ali ou é a fadiga de uns ou o cansaço de outros. As vontades de ambos decidem, então, a realidade seguinte.
É neste plano constante que os contextos socioeducativos se dedicam a causas ímpares na defesa sempre justa dos seus destinatários – os alunos da escola, os jovens da Sociedade. Passados estes dias que marcam o fim de mais um ano letivo e o arranque de mais um momento de lazer, pensamos que estão criadas as condições para uma boa temperança. Os latentes entraves à causa educativa não poderão sobrepor-se à vontade da comunidade escolar que espera respostas adequadas aos desígnios do ato de ensinar e de aprender. Os nossos alunos são importantes para a nação e é por isso que os responsáveis pela Educação tudo farão para que a sua formação aconteça com brio e dedicação num desfecho extraordinário com marca de qualidade.

A força, ou melhor, o acesso ao conhecimento tem por tendência transformar os indivíduos em cidadãos conscientes e ávidos de saber. Este caminho promove o crescimento individual dos jovens e projeta-os como os garantes da estabilidade social, nos planos cultural, académico, desportivo e de cidadania.
Esta procura de equilíbrios visa o sucesso social e académico de todos os que no dia a dia vêm à ESCT. Mesmo que os horizontes não despontem, a vontade do colectivo escolar saberá caminhar num sentido, cujo farol chama-se “ aprender com sentido”!
Excelente trabalho para todos vós!
À comunidade escolar apelamos para que sejam agentes ativos e orientem todo o seu esforço para o sucesso, evitando sempre o lado negativo das coisas que em nada ajudam no desenvolvimento integral de cada um.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

26 Junho 2019

Encontrão Ambiental

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.