Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Cidadania de circunstância

Solidão

Cidadania de circunstância

Ideias

2019-07-16 às 06h00

José Agostinho Pereira José Agostinho Pereira

Aqui há umas semanas levantou-se um estardalhaço nacional à volta de um parecer da Comissão Nacional de Eleições que lembrava que a partir da publicação do decreto que marque a data das eleições é proibida a publicidade institucional por parte dos órgãos do Estado e da Administração Pública de atos, programas, obras ou serviços, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública. O assunto entrou na agenda mediática e enquanto foi notícia não faltaram cidadãos a denunciar prevaricações de governantes e autarcas, principalmente destes últimos. Entretanto a comunicação social nacional, que funciona em uníssono, virou a agulha ao prego e o assunto caiu no limbo. De tal forma que qualquer ato propagandístico, como aquele que António Costa fez ontem no Norte com a inauguração da eletrificação da linha ferroviária do Norte, entre Nine e Viana do Castelo, e já em avançado período de pré-campanha eleitoral, passa incólume à censura popular. É o que muito provavelmente vai acontecer com a história das beatas dos cigarros, da dependência do plástico e de outras tantas questões que só o são realmente para um grande número de indivíduos enquanto estão na ordem do dia das televisões. Isto significa que muito da revolta que testemunhamos, com as redes sociais a amplificar tudo ao quadrado, é apenas verbo de encher, fruto das luzes mediáticas e não reflexo de uma posição individual esclarecida. O resultado a jusante é uma cidadania de circunstância, barulhenta por fora, mas oca por dentro. Enquanto a capacidade de leitura da realidade, de ação, de eventual revolta e reivindicação individual estiver condicionada ao que estiver na ordem do dia, isso significa que a democracia ainda é uma criança e que tem muito espaço para crescer. Falta saber é se a sociedade realmente o deseja! Podemos sempre refugiar-nos no chavão consolador de que este é o melhor dos piores sistemas políticos.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

12 Agosto 2019

Penso logo opino

02 Agosto 2019

Privilégios docentes

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.