Correio do Minho

Braga, terça-feira

A Dança do Fantasma

“Novo tabaco” mata 600 mil crianças por ano

Conta o Leitor

2017-08-02 às 06h00

Escritor

Henrique Azevedo Gomes

O David é um menino que, seis semanas antes de completar cinco anos, começou a ouvir coisas estranhas no seu quarto.
Mal os pais lhe diziam para ir para o seu quarto dormir, o David cumpria essa ordem e fazia sempre o mesmo ritual: vestia o pijama, lavava os dentes e deitava-se na cama a tentar aprender as primeiras palavras, com um livro à sua frente, até adormecer.
Quando já tinham passado 50 sextas-feiras após ter completado os seis anos, o David lá voltou a cumprir as recomendações dos seus pais e foi para o quarto. Contudo, nessa noite, após ter desligado a luz e depois da sua habitual leitura, começou a ver uma sombra branca que atravessava a sua cama em movimentos repentinos. Em alguns momentos a sombra fazia uns sons agudos e, por fim, fazia uma dança estranha, com movimentos rápidos da esquerda para a direita. O David ficou muito assustado, mas mais assustado ficou quando ouviu o fantasma dizer baixinho: “Se disseres aos teus pais que eu estive aqui vai acontecer-te uma coisa muito má!”.
O David ficou na dúvida em dizer ou não aos seus pais, mas apesar de preocupado, cumpriu a ordem do fantasma!
Na segunda sexta-feira, depois do aniversário, às 22 horas, o fantasma apareceu novamente no quarto do pequeno David a fazer exatamente as mesmas coisas, terminando com uma dança suave, com movimentos da esquerda para a direita! No final da dança, o fantasma repetia a mesma ordem para não dizer nada a alguém!
A aparição do fantasma acontecia sempre às sextas-feiras e durava exatamente seis minutos. Assim foi durante cinco vezes, mantendo sempre o David a promessa de não contar aos pais.
O menino frequentava a escola e estava a terminar a Pré Primária. E a sua escola decidiu fazer um passeio de finalistas. Nesse ano todos os seus colegas foram passar dois dias ao Gerês. E esses dois dias estavam muito preenchidos com atividades desportivas e culturais.
No fim do dia os 24 meninos eram obrigados a dormir juntos, num pavilhão desportivo reservado pela escola. Tão entusiasmado com a festa de final de ano, o David só reparou que era sexta-feira quando foi deitar-se, tal como os seus colegas. Mas, o sentimento de medo e preocupação que tinha, à medida que se aproximavam as 22 horas, deu lugar a uma alegria imensa, por se sentir protegido com a presença de todos os seus colegas. Então pensou: o fantasma não irá aparecer aqui e finalmente irei ver-me livre dele!
De repente, ao olhar para o marcador das horas que se encontrava no pavilhão, reparou que eram 22 horas. Aí começou a pensar e a desafiar o fantasma: “Então, não apareces? Agora é a tua vez de ter medo de mim? Vá lá, aparece! Onde estás? O que te aconteceu?”.
Passaram cinco minutos depois das 22 horas e David decidiu fechar os olhos, pois não havia sinal do fantasma!
Mas, de repente, ao sexto minuto após as 22 horas, ouviu um movimento estranho, umas sombras brancas e uma música suave e novamente o fantasma a dançar ao som dessa música! Entre o medo, o espanto e a emoção, o David decidiu levantar-se e começar a dançar exatamente como o fantasma! Com isso, os seus colegas acordaram e, incentivados pelo David, foram-se juntando um a um à dança do fantasma! De repente, estavam os 24 meninos a dançar, todos ao mesmo tempo, orientados pelo fantasma! A dança durou exatamente seis minutos, e no final o fantasma, envergonhado, desapareceu, sem exigir segredo ao menino, pois todos estavam a vê-lo!
Quando regressou a casa o David contou o sucedido aos seus pais, tal como os outros 23 meninos o fizeram! E, como o fantasma nunca mais apareceu, o David e os seus colegas decidiram juntar-se na escola, sempre nas últimas sextas -feiras de cada mês e efetuarem a dança do fantasma, que dura exatamente seis minutos. Dançam no pavilhão da escola e, quando o fazem, todos os outros colegas, os professores e todos os funcionários juntam-se a eles nesta dança do fantasma!
Esta é uma tradição que tem já seis anos nesta escola e com um número cada vez maior de pessoas a juntar-se à festa!
A próxima “Dança do Fantasma”, para a qual todos estão convidados, irá acontecer na próxima sexta-feira que, por coincidência, será o dia do 13.º aniversário do David!

Deixa o teu comentário

Últimas Conta o Leitor

31 Agosto 2018

Ingratidão

30 Agosto 2018

Humanum Amare Est

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.