Abraça o Futuro

Escreve quem sabe

autor

Carlos Alberto Pereira

contactarnum. de artigos 126

Este verão, de 31 de julho a 6 de agosto, em Idanha-a-Nova, vai realizar-se o XXIII Acampamento Nacional (AcaNac) do Corpo Nacional de Escutas, onde participarão 21.333 escuteiros. Quando, no dia 16 setembro de 2016, publicamos uma crónica sob o título: O XXIII Acampamento Nacional já está em marcha!, nunca pensámos que os dias de hoje fossem marcados pela tragédia que se abateu sobre a zona centro do país, que ceifou, de forma impiedosa, tantas vidas e que deixou num sofrimento atroz tantas famílias.

O país e os portugueses descobriram, da pior forma possível, uma nova realidade, que nem os mais pessimistas podiam imaginar. Neste luto nacional de contemplar os que partiram com um olhar de paz, e os seus familiares com um olhar de serenidade e de respeito pela dor profunda que grita no fundo dos seus corações, ma também com um olhar de reconhecimento e gratidão para todos aqueles que deram o seu melhor para que a tragédia não fosse ainda maior, estes sim, neste mar de dores, foram verdadeiros semeadores de esperança.

Se, por um lado, estes nefastos acontecimentos vêm acrescentar mais preocupações e responsabilidades à equipa organizadora do AcaNac, por outro lado colocam em evidência a sua temática: abraça o futuro, não só porque o enquadramento deste ato de abraçar é a nossa casa comum, como também a pertinência do mesmo, sob o ponto de vista educativo. É hoje (presente) que se educam os cidadãos do futuro e educam-se num ambiente marcado pelo elemento mais poderoso da educação: o amor.

Abraçar o futuro, é ter consciência que o futuro, não constrói no futuro, mas sim no presente e, por isso, cada uma das Secções criou um ambiente educativo visando que “o hoje” seja o início “do futuro” que quotidianamente se vai construindo e que, de imediato passa para “o passado”:
O campo da I Secção, os Lobitos, crianças dos 6 aos 10 anos, forma uma academia de Eco-Heróis, composta por 2.861 Lobitos e 506 educadores adultos, e agrupam-se em quatro Ordens: do Fogo, da Água, do Ar e da Terra, procurando criar Heróis do Presente para o Futuro, ajudados pelos quatro monitores da academia: o Kiko Fogueira, o Pedro Água, a Maria Brisa e a Ana Terra. Os Lobitos viverão diversos desafios e encontrar-se-ão, na arena do futuro com muitos antigos alunos desta academia. Será o sinal que o seu percurso de formação, na academia, terá chegado ao fim e, por isso, partem para levarem mais longe e a mais gentes estes desafios de se relacionarem com eles próprios, com os outros, com a natureza e com Deus.

O campo da II Secção, os Exploradores, pré-adolescentes dos 10 aos 14 anos, na Missão Planeta17, onde os 6.305 exploradores agrupados em oito Distrito e acompanhados por 629 educadores adultos, preparam-se para a transformação do nosso mundo, assumindo a condição de Cadetes em formação, também eles, depois de aceitarem o desafio do Espírito da Terra, serão acompanhados pelos quatro heróis Kiko Fogueira, Pedro Água, Maria Brisa e Ana Terra. No final do treino os Cadetes atingirão o estatuto de Querubins da Vara Flamejante e constituirão uma força de elite para a transformação da nossa casa comum.

O Campo da III Secção, os Pioneiros, adolescentes dos 14 aos 18 anos, estes 6.823 estão organizados à volta dos quatro elementos: Ar, Água, Terra e Fogo, sendo acompanhados por 648 educadores adultos, e ajudados pelos quatro heróis, associados aos quatro elementos, assumem o desafio de partir à procura de um 5º elemento que, pouco a pouco, vão descobrindo: o Espírito da Terra, esse elemento transcendente que enforma a nossa casa comum. Nele descobrirão os valores da paz, da liberdade, do acolhimento e da audácia, sendo pacíficos, justos, inclusos e livres.

O Campo da IV Secção, os Caminheiros, 2.244 jovens dos 18 aos 22 anos, acompanhados por 259 educadores adultos, durante os três primeiros dias farão uma caminhada, começando pelo desprendimento e envio - #DESliga_te, depois constituirão o Bairro - #LIGA_TE, de regresso ao campo, passarão à fase da conversão da Cidade _ #REliga_te, depois celebrarão o Mundo Novo, a festa Rover - #INTERliga_te e, finalmente, celebrarão a Eucaristia no Mundo Novo - #HIPERliga_te.
Este será, todos esperamos que assim seja, um bom acampamento onde cada criança, adolescente e jovem fará uma experiência de vida que o ajudará a tornar-se num cidadão, cada vez mais, responsável e solidário.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Escreve quem sabe

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia